17 out 2014

Esse ainda não é o post sobre as impressões completas: digo isso porque nessas pré-vendas de coleções é uma correria digna de “salve-se quem puder!” e eu não fui nesse clima, aliás, por isso que nunca vou em previews, esse era aberto ao público e fiquei sabendo em cima da hora! Aliás, quando cheguei, 20 min depois, já tinha até gente com as roupas compradas e as araras peladas! hahaha

Só observei as peças que sobraram após um tempo, as que já estavam sendo devolvidas do provador. Também não experimentei porque vocês podem imaginar a fila do próprio provador, certo? Prefiro ir com calma e tempo, sem desespero, no dia do lançamento fazer as análises. :) Aliás, encontrei uma leitora do blog lá e ela comentou algo pertinente “Parece que quando vemos todo mundo atacando as roupas assim, nos dá um comichão para também fazer isso e sair comprando!”.

Tomara que esse post não fique muito capenga porque eu não consegui também ver o preço de tudo, hahaha, então quem souber me ajuda aí nos comentários ;) Espero que pelo menos esse post ajude a visualizarem as peças e detalhes delas!

Antes de tudo: vocês lembram que escrevi esse post sobre a Ateen? Peguei algumas informações no site do GNT e lá escreveram que as peças seriam de tecidos naturais, como linho e algodão. Confirmado, mas a parte em que falam de seda, não existe. Acho que alguém lá pensou que o poliéster era seda, rs. Mas de qualquer forma, gostei de ver esses tecidos fresquinhos e que valem o investimento, assim como viscose, que é um sintético que não esquenta!

ateen-cea-13

De qualquer maneira o tecido e o toque das peças que são de poliéster estão muito bons, parece que têm muito mais qualidade que os das coleções anteriores, só esquentam mais. Fiquei bem satisfeita ao ver camisas, calças e shorts 100% linho ou mistura de linho com viscose – mais frescos, mais usáveis no calor!

O acabamento me pareceu bem bacana também, tirando algumas poucas peças de comprimentos muito mini e babados, a coleção está superior na minha opinião às anteriores, sem dúvida. A Ateen é uma marca carioquíssima, a mulherada rhyca ama, então não sei como será a recepçã0 dela em cidades como SP, por exemplo. Aqui a MOB, que é paulistana e tinha muito dessa vibe cinzas e neutros escuros, veludo e roupas sociais, ficou encalhada…

As camisas de linho com viscose estavam lindas! O bom dessa mistura é que eu acho que não amassa tanto quanto linho 100%, pra quem não gosta dos amassados do tecido – eu amo! Achei a laranja mais bonita e custavam 89,90

ateen-cea-12

ateen-cea-10

Os shorts também são viscose com linho e custavam 79,90.

ateen-cea-11

ateen-cea-7

A calça de linho foi a minha preferida dessa coleção! São 100% linho, custavam 129,90 e achei a rosa linda de doer!

ateen-cea-9

ateen-cea-3

ateen-cea-15

ateen-cea-14

As bolsas estavam muito bonitas também, mas a preferida foi a de couro tressê por 169,90

ateen-cea-8

ateen-cea

O tal vestido caríssimo de 500 paus. Eu sempre fico meio assim com peças bordadas de fast fashion, imagina lavar esse negócio? haha #donadecasa

ateen-cea-4

ateen-cea-6

ateen-cea-2

Esse vestido, por ex., é de poliéster, mas o toque era acetinado. Bonitinho, não vi o preço. Esse de baixo, longo, era lin-do, mas não vi nas araras pra saber o preço e depois que eu reparei que era a Carolina Dieckmann usando, hahaha. Ambos não fazem meu estilo, mas pra quem curte…

ateen-cea-16

Acho que essa é uma das melhores coleções do ano em termos de custo-benefício, materiais usados e até preço. O lançamento oficial é dia 21 de outubro nas lojas selecionadas e vocês podem ver o lookbook da coleção aqui. Obrigada, Simone, por ter me ajudado nas fotos!

O que vocês acharam dessa primeira análise?

  • 17 Amaram
16 out 2014

Eu estou sem ter quem me fotografe essa semana – fuén! – por isso estamos sem looks para postar aqui no blog. Mas já pensei algumas alternativas, vamos ver se rolam, tipo foto do provador mesmo…

Aí eu estava organizando minhas pastas do computador e encontrei um look láááá do início do ano que nunca foi publicado aqui – desses que eu não gosto, juro que não vou postar, mas aí quando fico sem fotos eu apelo pra eles mesmo, hahahaha! Hoje vi….e até que não achei tão ruim assim, rs! Só não é dos preferidos!

Bom, vale pra mostrar como moda é exercício de observação, de autoconhecimento e aí a gente vai aos pouquinhos percebendo o que funciona melhor na gente ou não. Repararam, aliás, que esse é o segundo look que não amo com esse blazer? Vou revelar: às vezes acho ele meio pequeno demais em mim, isso porque…ele realmente é PP! HAHAHAHA, comprei no outlet em Barcelona e só tinha esse tamanho sem defeito, levei de tanto que eu queria ele, rs.

tshirt verde, blazer branco, calça branca, mocassim amarelo, colar verde e azul

HVAO_PapricaFotografia_06mar00054_1

HVAO_PapricaFotografia_06mar00058_1

HVAO_PapricaFotografia_06mar00068_1

HVAO_PapricaFotografia_06mar00077

T-shirt Leeloo – 75,00
Colar Zellig
Calça que esqueci a marca agora – 110,00
Blazer Mango – 19,90 euros
Bolsa Gilson Martins emprestada da Mãe
Dockside Wishin’ que ganhei da marca

fotos: Páprica Fotografia

Acho que o blazer ficou desproporcional pro modelo da calça, tem algo aí que não amei ao vivo e me deixou meio cismada. Mas gostei de brincar com verde e amarelo de uma forma interessante, sem ficar literal bandeira do Brasil. :)

PS: Estou gostando bem mais do meu cabelo atual, hehe!

  • 12 Amaram
15 out 2014

O mapa da mina. A alegria da mulherada. O eldorado das pessoas ávidas por bons preços. Sim! Mais uma vez tomei fôlego e fui desbravar mais endereços de lojas de fábrica desse Rio de Janeiro, emoção, suor e lágrimas – de alegria, claro!

A saga por achados diretamente das fábricas começou com a fábrica que fornece jeans para marcas cariocas e teve continuação de mais lojas nessa primeira parte do roteiro. O terceiro da série inclui outro bairro no circuito da pechincha, a Praça da Bandeira, próximo a Tijuca, também zona norte do Rio!

No dia seguinte voltei a São Cristóvão, berço das fábricas, na companhia da Bruna Espósito, leitora do blog, moradora de São CriCri e consumidora das lojas do roteiro! Obrigada pelo auxílio, Bruna, amei mais uma vez! A Bruna mal vai a shoppings porque sempre encontra o que precisa garimpando pelo bairro e pagando bem menos.

Dessa vez desbravamos lojas com araras abarrotadas, lojas que não permitem que experimente as roupas e aquelas em que é tudo mil maravilhas, inclusive com desconto na hora de pagar! Chegamos tranquilamente de ônibus ou metrô (nas lojas da Praça da Bandeira, pode saltar na estação Afonso Pena e andar um pouco) e em todas fomos bem atendidas. :)

Vamos à última parte desse roteiro então? Marca com as amigas e vai lá conhecer esse paraíso de perto! :D

– Lucidez

A Lucidez é uma marca conhecida por seus vestidos estampados e sua loja de fábrica possui gratas surpresas, com bons preços e quantidade razoável de araras. A loja fica em frente à fábrica, num galpão/garagem, mas super organizada, bem iluminada e decorada, tem ar condicionado e dois provadores com espelho e banco – e o melhor: fica na rua de vários botecos incríveis da região! hahaha

lucidez-6

lucidez

As araras são organizadas por preço, algumas peças tem micro defeitos, outras são peças-piloto. Eu vi valores de 30 a 120 reais, sendo que se você pagar em dinheiro, tem 20% de desconto!

lucidez-3

lucidez-2

O casaqueto de veludo e paetês tamanho 42 saía em dinheiro pela bagatela de 38 reais!A saia custava 40 reais, mas não vestiu bem. O vestido saía a 80,00, mas à vista era 20% mais em conta. Tinha uma calça por 30 reais, mas um leve puxadinho me fez desistir dela.

lucidez-5

lucidez-4

lucidez-7

Aceitam cartão e fazem parcelamento acima de 100 reais em duas vezes e 150,00 em 3x! Estão sempre recebendo novidades, é só ligar e perguntar se chegou algo naquela semana.

Lucidez
Rua Barão de Iguatemi, 420 – Praça da Bandeira
Tel (21) 2502-5499
Funcionamento: segunda a sexta das 10h às 17h45

– Wollner/Foxton

Essa também é voltada pra rua, você entra como numa loja ~comum, espaço igual ao de uma loja, com provadores e decoração. A parte feminina decepcionou, não tinha quase nada! A masculina estava bem mais recheada, com calças por 49,00 e camisas de manga curta pelo mesmo valor. Aceitam também pagamento com cartão!

wollner-3

wollner-2

wollner

Wollner/Foxton
Rua do Matoso, 138 – Praça da Bandeira
Funcionamento: segunda a sexta das 10h às 18h
Tel (21) 35134941

– Botswana

Para entrar na fábrica é preciso tocar a campainha e dizer que está indo pro bazar. A Botswana é uma marca mais voltada para um público jovem, por isso encontramos muuuuitos vestidos com decotes profundos, muitos paetês, saias e shorts mais curtinhos, transparências.

A loja tem um espaço bom, mas as araras ficam abarrotadas e os preços estão remarcadas na própria etiqueta, tem que ter paciência pra garimpar. Tem muita, mas muuuuita roupa! Pelo menos é tudo setorizado: araras das blusas, parte dos jeans, dos vestidos mais festivos e etc. Os provadores tem espelho mas são bem escuros e não tem onde colocar roupas/cabides.

Essa é uma pequena parte da loja! Do lado direito tem mais araras e no início também!

botswana

botswana-5

Blusa de renda, vestido rendado, vestido com tule e macaquinho de paetês: todos custavam 70 reais.

botswana-3

botswana-4

botswana-2

Botswana
Rua Antunes Maciel, 324 – São Cristóvão (próximo ao campo de futebol do São Cristóvão)
Tels (21) 3890-0110 / 3878-1300 / 3878-1299
Funcionamento: segunda a quinta das 12h30 às 17h e sexta das 12h30 às 16h
Pagamento somente em dinheiro!
Abrem uma vez por mês aos sábados e aí aceitam pagamentos em cartão, normalmente no primeiro sábado do mês ou perto do dia 05, para ter certeza do dia só ligando.

– Ágatha

Para conhecer a loja de fábrica da Ágatha é preciso tocar o interfone e subir uma escada. A loja é ampla, bem iluminada, mas pegamos finalzinho de coleção, por isso estava peladinha. A boa notícia é que vão receber a coleção de inverno nessa segunda-feira – o único porém é que sempre tem fila na porta bem antes de abrir.Mas não vão colocar tudo no primeiro dia, aos poucos vão liberando as peças para terem novidades sempre.

Muitas pessoas vão lá para comprar e revender, por isso o esquema é mais tenso: revistam as sacolas de compras antes da saída da loja e é terminantemente proibido experimentar as roupas!

agatha

A não ser que tudo caia bem em você ou que você já tenha experimentado a roupa nas lojas, achei essa loja de fábrica vantajosa somente para quem faz revenda mesmo…Tinham poucos sapatos por 20 reais, blusas cropped a 15,00, vestidos a partir de 20 reais. Muitas peças com fios puxados ou com manchas. Ah! Aceitam pagamento com cartão e parcelam acima de algumas centenas de reais – esqueci essa info, haha!

agatha-3

O vestido de tricô e lurex custava 120,00 mas tinha fio puxado e a calça de couro custava 65,00.

agatha-2

Ágatha
Rua São Cristóvão, 814 – São Cristóvão
Tel (21) 2585-8000
Funcionamento: segunda a quinta das 10h às 16h e sextas das 10h às 15h

– Izola

Com roupas simples e mais de malha, a loja da marca fica voltada pra rua e metade tem coleção nova e a outra remarcação. Não consegui fotografar o interior, mas é bem organizada, com dois provadores, aceitam cartão.

izola-2

izola

Izola
Rua São Januário, 200 – São Cristóvão
Tel (21) 2580-8113
Funcionamento: segunda a sexta das 9h às 18h e sábados das 9h às 14h.

Gostaram de mais essas dicas? Depois me digam quem foi conhecer alguma loja do roteiro e se fez boas comprinhas! ;)

  • 26 Amaram
15 out 2014

Com duas vagas restantes, alguém não quer preenchê-las? :) Informações e inscrições aqui!

workshop-blog-rio

Workshop Como se vestir profissionalmente sem gastar muito! RJ

DATA E HORÁRIO – 18 de outubro de 2014, sábado, das 10h às 13h30

INVESTIMENTO – 140,00

LOCAL – Espaço Mutatiz, Rua Conde de Bonfim, 344 (pertinho do metrô Saens Peña, com opção de estacionamento no Rabicho da Tijuca ou Shopping Tijuca)

DURAÇÃO – 3 horas

Atenção! Quem participou dos outros workshops tem 10% de desconto nesse, me manda email se for seu caso!

  • 1 Amou
Página 2 de 72412345