Para vestir pro trabalho: falso macacão e terceira peça

Semana recheada de produções, como há muito não se via neste recinto, ó que coisa boa, um revival dos anos dourados deste blog, haha! Nos últimos dias eu gostei bastante de alguns looks que usei – já essa semana só quero andar de pijama, mas tudo bem, hehe! Quando não estamos criativos ou animados, nos resta repetir aquela roupa que usamos outra vez e foi sucesso. 🙂

Já mostrei esse look no instagram há um tempo e o repito sempre que preciso de alguma coisa arrumada sem perder tempo. A grande sacada dele é que parece ser um macacão, mas na verdade é a junção de uma blusa com uma calça!

Os dois tem tons bem próximos, o que resulta num visual monocromático que alonga a silhueta. Como não tem muita cor colorida, a ausência de contraste também passa a mensagem de um visual mais elegante, “nos trinques”. Já falei aqui do meu amor por azul marinho e reitero essa afirmativa, olha como existem alternativas maravilhosas ao pretinho total!

azul-hojevou-assim-off

Aí vem a grande onda de poder construir em cima dessa base, que já é boa, e da transformação colorida que a terceira peça proporciona! Ó o kimono entrando como a opção mais lúdica que um blazer, sem precisar de toda essa estrutura para comunicar adequação. Cobre os bracinhos, adiciona graça extra e ainda dá movimento ao caminhar nosso de cada dia. 🙂

azul-hojevou-assim-off-3

azul-hojevou-assim-off-6

Ó mais uma ideia, só que com um blazer amarelão! Adoro azul + amarelo + dourado e esse blazer já virou meu preferido quando não sei o que vestir; como é de seda, não esquenta tanto e a cor com a estampa oferecem um espetáculo visual à parte.

Se alguém tem dúvida no que investir para incrementar o armário, eu escolheria sempre uma peça assim, mais impactante, aquela que só basta o básico, a que transforma sem despender muito tempo.

azul-hojevou-assim-off-4

azul-hojevou-assim-off-5

Blusa e calça Jardin + sapato Karamello que foram presentes
Kimono Lucidez acho que 140 e poucos reais
Blazer Andrea Marques de seda – 380,00 no bazar da marca
Bolsa Adô de sempre

fotos: Denise Ricardo

Mais um post da série: não precisou sair comprando pra inventar um macacão fake e ainda ter duas opções de looks só com peças complementares 🙂

Qual look é mais a sua cara? 🙂

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

A calça sensação

No início dos anos 2000, eu tinha uma calça modelo pata-de-elefante da icônica Yes, Brazil. Comprei com meu primeiro salário e eu lembro de como me sentia descolada e hype com uma calça de boca tão ampla. Usava em todas as situações: pra ir pra faculdade, pra ir na night (saudades, Bunker 94), pra festa da família, tudo. Era companheira e uma peça incrível, que eu usei até ficar podre e não caber mais naquele cós tamanho 36.

Agora o grande sucesso são as marcas apresentarem jeans tipo essas calças estilo Amapô, que desenham a silhueta e nos deixam mais corpulentas: cintura super alta, coxas e bumbuns marcados, perna super ampla, quase lembrando aquela minha antiga. Confesso, demorei a usar essa calça (que é da falecida Espaço, mas seguindo essa onda que falei) por ser justamente algo que marca demais o corpo, mas aos poucos fui curtindo esse outro possível viés.

jeans-flare-hoje-vou-assim-off-2

O look é simples, estava quente nesse dia e eu tinha que correr com mil coisas, mas gosto da mistura da lavagem azulona do jeans com o roxo, o laranja e o vermelho. São pequenas sutilezas que já incrementam o básico.

jeans-flare-hoje-vou-assim-off-4

jeans-flare-hoje-vou-assim-off-3

jeans-flare-hoje-vou-assim-off-6

jeans-flare-hoje-vou-assim-off-5

Blusa Lucidez OFF que custava 45,00
Calça Espaço fashion que também ganhei
Sandália Inbox Shoes – 169,00
Acessórios Luiza Dias 111
Bolsa Adô Atelier -270,00

fotos: Denise Ricardo

Engraçado como as modas mudam, mas as nossas referências permanecem. Ainda gostaria de voltar àquele meu bom e velho jeans, ou ao conforto despojado do boyfriend, mas me diverti com essa possibilidade.

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Bazares no RJ, SP e evento Plus Size

Voltando a dar dicas de bazares que vão rolar em diversas cidades! Salva aí na agenda pra se programar 🙂

Feirinha ANIMALE, A. Brand e [FYI] – Rio de Janeiro

A feirinha é um mega bazar na fábrica, com muuuuitas peças de coleções passadas, mas vários com defeitos, manchas, descosturadas e até rasgadas, por isso precisa ter atenção e critério. Aliás, pra que vender roupa nesse estado…isso me deu muito bode quando fui lá. Tem todos os itens das marcas do grupo, de acessórios a roupas de festa.

Eu comprei ano passado uma jaqueta de organza de seda da ANIMALE que adoro, por ótimos 60 reais, sem nenhum defeitinho. O local é amplo, tem muitas araras e provadores com espelho, além dos funcionários serem bem atenciosos.

Preços da tabela: blusas de seda a 80 reais, bolsas médias a 180 reais, shorts e saias a 80 reais, calças e saias com bordado 120 reais, vestidos de tecido plano 120 reais, calças jeans a 80 reais. Mais pro fim da feira os valores costumam baixar bem.

12 a 30 de setembro
Rua Aristides Lobo, 90, 3 andar, Rio Comprido/RJ
Aceitam cartão de crédito e débito e parcelam compras acima de 600 reais em 3X
segunda a quinta: 10h às 15h
sexta: 9 às 15h

14ª edição do #PopPlus – São Paulo

Organizado pela jornalista Flavia Durante, o Pop Plus é pioneiro em eventos de moda voltados exclusivamente para mulheres plus size. Essa edição vai contar com mais de 50 expositores com diversos estilos e faixas de preço, com Brechó de Blogueiras convidadas, apresentações artísticas e bate-papos. Veja as marcas já confirmadas na fanpage.

bazar-pop-plus

14º Pop Plus
17 e 18 de setembro (sábado e domingo), 11h às 21h
Club Homs – Av. Paulista, 735 – São Paulo/SP (Metrô Brigadeiro)
Entrada Gratuita

Evento no Facebook
Fanpage no Facebook

Bazar Lilla Ka + Nutria – São Paulo

As paulistanas também podem aproveitar mais um bazar a partir desta quinta-feira! As duas marcas têm ótimas opções para mulheres que trabalham em escritório e precisam de roupas elegantes e adequadas, modernas e com qualidade.

unnamed

15 e 16 de setembro das 10h às 20h
17 de setembro das 10h às 18h
Alameda Lorena, 1593, Jardins/SP

Clica aqui para conhecer a Lilla K e aqui para conhecer o estilo da Nutria.

 

Tem mais dicas de bazares? Me manda inbox nas redes sociais @hojevouassimoff ou envie por email 🙂

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Quatro ideias para misturar cores

Eu sempre esbarro com dúvidas de quem me acompanha aqui ou das clientas de consultoria (hehe) sobre como coordenar cores. Normamente é assim: você tem aquela blusa bem colorida e chamativa, então usa tudo preto – porque, né, enfiam nas nossas cabeças que preto vai com tudo – e o resto dos complementos bem neutros, apagadinhos. Aí fica aquele ponto colorido flutuando, sem dizer muito sobre a gente, subvalorizando todo o potencial escondido no guarda-roupa.

Seguindo a série de posts em que mostro como mudar o visual básico com apenas alguns detalhes, dessa vez o papo é sobre como podemos começar a ter o raciocínio mais criativo com cores na hora da gente se arrumar, aproveitando o que se tem e aumentando o número de looks com uma única peça, sem parecer que estamos repetindo roupa. 😉

Peguei como exemplo uma saia lápis verde que comprei num brechó itinerante, que normalmente renderia uma combinação só com camisa branca (é ou não é?) e por isso eu quero mostrar além: como podemos fazer render nosso guarda-roupa apenas coordenando melhor as cores que ele têm!

Mas Ana, eu tenho medo de errar nas cores!

Segura na minha mão que as dicas aqui são à prova de erros; aliás, vamos abolir essa coisa de erro e acerto e pensar mais em experimentação, em se permitir? Se não gostar de alguma combinação de cores, parte pra próxima e troca de roupa. Simples, indolor e que tira esse peso de ficarmos presas à pode-não-pode e que limita nossas possibilidades!

Para isso eu vou usar o círculo cromático, esse disco que reúne as principais combinações de cores e que ajuda pra caramba na hora de raciocinarmos como podemos variar o básico de sempre, adicionando cor em pontos estratégicos. Com ele fica moleza pensar em combinações de cores, ó!

circulo-cores

Basicamente ele rende coordenações complementares, que são as cores opostas; análogas, que são as cores vizinhas; e tríadicas que formam um triângulo equilátero entre elas. Você pode colar um desses no armário ou usar esses sisteminha online que eu acho mega rápido e prático. 🙂

Look 1

A primeira ideia seguiu a combinação de cores em tríade. Escolhi o verde da saia como ponto de partida e ele apontou pro azul e pro vermelho, mas pra não ficar tão chamativo, coloquei uma camisa jeans básica e com lavagem mais clara, e o ponto de cor mais forte ficou mais distante da saia, em menor proporção, no pescoço.

saia-verde-como-usar-hoje-vou-assim-off-4

vermelho-azul-verde

Camisa jeans Maria Filó – 100,00
Bandana Saara – 3,00
Sandália Inbox Shoes (SP) – 169,00
Saia Bazar O grito (RJ) – 60,00
Bolsa Adô Atelier que custou na época 270,00

Look 2

A segunda é mais extravagante: um bloco de cores, ideia boa para as criativas (talvez renda brincadeiras como “mangueirense”, mas como eu sou mesmo, então nem ligo =P). Mais uma vez eu peguei o verde da saia e ele apontou para esse roxo, numa combinação de cores complementares. Reparem que repeti o ponto verde no detalhe do colar, para que o olhar de quem me percebe veja esse link entre verdes, passeie por igual no look e renda, assim, um visual mais harmônico, interessante e alongado.

O bacana desse tipo de coordenação é que ela impacta com poucos elementos. Não precisa ter mil coisas no armário, as cores por si já constroem uma mensagem de estilo que é bem boa, inclusive nos dias de muito calor em que a gente não consegue jogar camadas 🙂

saia-verde-como-usar-hoje-vou-assim-off

magenta-verdes

Blusa Brechó Toco Sol (SP) – 35,00
Saia Bazar O grito (RJ) – 60,00
Colar e pulseira Luzia Dias 111
Scarpin antigo Santa Lolla
Bolsa Adô Atelier que custou na época 270,00

Look 3

Aqui eu fui de análogas, uma coordenação entre cores frias se levarmos em conta a blusa e a saia, massssss eu incluí o vermelho pequenino no meu batom, o que acrescenta mais uma cor, numa coordenação em tríade (vermelho+azul+verde) bem malandra e estratégica! Também podemos considerar que o azul marinho é um tom neutro mais amigável e suave que o preto! Segui também o mesmo raciocínio do look acima: repeti o ponto verde na cabeça e nos pés – sendo que o calçado poderia ser de outra cor, dourado e até bege.

saia-verde-como-usar-hoje-vou-assim-off-2

azul-verde

Lenço que veio em revista
Scarpin maria bonita extra no enjoei – 40,00
Blusa Renner – 69,90
Pulseira Luzia Dias 111

Look 4

O último também tem estampa na blusa, com o azul em menor proporção e o vermelho impactando, num contraste alto com o verde. Mais um look que mostra como cor é o elemento que mais chama atenção num look e, por isso, o que mais ajuda a multiplicar as coordenações nosso guarda-roupa.

saia-verde-como-usar-hoje-vou-assim-off-3

vermelho-verde

detalhes-hoje-vou-assim-off

Blusa de linho com viscose Cantão – 100,00

fotos: Denise Ricardo

Quem aí já não vai sair testando várias roupas paradas lá no guarda-roupa, heim? o/ Lembrando que a saia verde foi só uma sugestão: o mesmo raciocínio serve para aquele vestido azul, a blusa com estampa amarela, o sapato roxo e por aí vai. 🙂

Mais ideias da série, aqui:

+ Um short rende quatro looks bem coloridos

+ 4 ideias simples para tirar o visual básico do comum

+ 3 ideias para mudar a cara do look de escritório

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus: