03 jul 2014

Hoje mostro outro vestido garimpado que eu desejava há milhões de anos e finalmente minhas buscas renderam frutos! Essa é uma estampa icônica da falecida maria bonita extra, meio pétalas, meio asas de borboletas!

Quando ele chegou achei comprido demais, fotografei e não curti o look. Amo esse modelinho com cara de anos 50, acho confortável, estiloso, fora do comum, feminino, apesar de saber que tem quem ache que envelheça. Mas usei o danado com meia calça e scarpin, quando vi nas fotos…não rolou.

Aí mandei subir a barra um tiquinho de nada pra não descaracterizá-lo, apenas para não passar dos joelhos. Marquei acima do joelho a bainha e detestei! Até o costureiro falou que o caimento ia mudar muito. Gosto desse comprimento mais comportadinho, o modelinho é assim mesmo, mais vintage. Para deixar o look mais jovial, joguei cores bem contrastantes nos complementos e brinquei com a mistura da bolsa mais esportiva para modernizar.

Não sei se a combinação com a bolsa ficou boa, ainda olho as fotos e fico pensando, mas valeu tentar, acho que na próxima vou usar aquela minha laranja avermelhada da Asos ou uma preta mesmo.

A sapatilha, além da cor ter ficado linda combinada com o roxo, foi boa pra deixar o peito do pé livre, numa tentativa de alongar mais a silhueta por conta do comprimento do vestido.

vestido maria bonita extra | bolsa osklen | cinto Adô

vestido-borboletas-4

vestido-borboletas-7

vestido-borboletas-6

vestido-borboletas-3

vestido-borboletas

Vestido maria bonita extra no Enjoei – 70,00
Bolsa Osklen – 350,00 divididos em 3x
Anel e brincos Sobral – 50,00 cada
Sapatila Elsker que ganhei mas custava 56,00
Cinto Adô Atelier – 75,00
Batom Looosho Marina Smith by 2Beauty na Sephora

fotos: Isabella Mello – clique para ampliá-las!

Agora o look que me deixou insegura, achando meio envelhecido demais! A barra ainda estava um tico mais comprida + meia-calça + trench longo…não sei. Fiquei bem na dúvida, não gostei e na época nem quis publicar no blog. Mas como eu aprendi MUITO com esse exercício de me observar nas fotos, vamos nessa pra todo mundo poder comparar e exercitar comigo! ;)

vestido-borboletas-9

vestido-borboletas-8

vestido-borboletas-10

Gosto do casaco roxo também da mbextra junto, mas eu tiraria a meia-calça e colocaria um scarpin de bico fino. Vou testar um outro dia ;)

Mas também é questão de gosto, né? Acho que se bobear vai ter mais gente curtindo o segundo, hahahaha

  • 21 Amaram
02 jul 2014

Alguém comentou que queria dicas para usar calça boyfriend. Eu não sou de fazer guias de estilo aqui no blog, cês sabem, gosto mais de mostrar na prática como pode funcionar – ou não! Mas esse comentário me deixou com vontade de resgatar essa calça que além da modelagem inspirada no guarda-roupa masculino, é dessa onda do rasgado!

Pra fugir do visual “fui atropelada” (todo mundo seeeempre faz essa piadinha quando uso jeans rasgadinho….) ou “tô mendiga”, eu tenho um truque: usar camisas elegantes e peças femininas! O visual continua despretensioso (amo!), mas essa mistura de estilo equilibra a mensagem mais bruta ou largadona do jeans e fora do zona de conforto. No caso eu fui de sandália de salto e uma camisa bem fresquinha e com estampa super fofa de borboletas!

Gosto também de dobrar bem a barra da calça, quase pescando siri! Assim a canela fica bem à mostra e é mais um trucão quando uma parte fina do corpo aparece assim, acho elegante, acho afinador, acho estilo. Hehehehe!

Esse é o típico look que eu uso na pressa ou quando não sei o que vestir! Simplesinho mas tá valendo, rs!

camisa Farm | Calça C&A | Sandália C&A | Bolsa Adô

blusa-borboletas-3

blusa-borboletas-2

Blusa caída nos mini-ombros, triste realidade da pessoa desprovida deles, hahaha

blusa-borboletas

Camisa Farm comprada da Camis – 70,00 acho eu
Calça C&A antigona, acho que da coleção da Beyoncé! hahaha – 49,00
Sandália Santa Lolla para C&A – 99,00 (?)
Bolsa Adô que ganhei de natal
Brincos e anel Sobral – 50,00 cada
Colar Galerie (BH)

fotos Isabella Mello

Quem quiser também pode usar com uma blusa mais phyna, de seda, cheia dos parangolés, sabe como? Pra criar esse tal contraste de estilos que falei: nem tudo certinho demais, nem tudo mega super despojadão ao extremo. Ficou um básico não tão básico, né? Esses looks com jeans são os meus preferidos, AMO esse estilinho despojado-casual-chic, pra ficar melhor ainda eu troquei o salto pela sapatilha! :D

 

  • 28 Amaram
02 jul 2014

Sabe quando você tem uma listinha há anos de um roteiro de lojas bacana, mas nunca foi por falta de tempo, incompatibilidade de horários, preguiça, etc, etc? Essa sou eu com as lojas de fábrica de São Cristóvão. Pra quem não conhece, é um bairro histórico aqui do Rio, da época do império, que agora abriga várias fábricas de marcas conhecidíssimas nossas! E o grande barato é que algumas recebem o consumidor final para bazares ou para uma parte OFF. Poucas tem lojas de rua, mas a ideia é que eu visite todas para mostrar aqui, perceber o potencial e se valem mesmo a pena!

A primeira visita foi à fábrica da Indistripe, que produz jeans para as principais grifes do Rio, entre elas A Brand, FYI, Espaço Fashion, Armadillo, Leeloo, Totem, Enjoy e Animale.

Eles tem uma boa variedade de produtos, todos em jeans; calças flare, coloridas (muitas cores mas nem todas tinham grade, tiveram saída rápida), saias, coletes, camisas (muitas, principalmente tie dye), calças rasgadas, skinny, retas…só não vi jardineira e vestido, mas posso ter deixado passar. Ah, também tinham blusas e camisas de tecidos planos.

ind-1

Logo que você entra, a fábrica é um capítulo à parte: o dono é colecionador de antiguidades e transforma sua subida até a loja numa viagem no tempo: móveis antigos, lambreta, telefones de disco, câmeras analógicas, objetos decorativos dos anos 50…você fica um tempão olhando tudo, é um barato! Acredito que nada dessa parte esteja à venda, é mais decoração mesmo. Dá pra ver também um pedacinho da fábrica e o pessoal trabalhando.

ind-2

Adorei também esse mural com os tipos de jeans, o toque de cada um, composição, tons…

indistripe

Fui super bem atendida pela Mariana, que se mostrou à disposição para me ajudar a escolher o melhor modelo, explicou o esquema da fábrica, para quem trabalham, os valores.
É assim: eles tem um showroom e as marcas vão lá para escolher quais modelos eles vão querer, encomendam e aí a Indistripe fabrica sob demanda. As peças à venda não tem etiqueta das marcas, são da marca Ind, feita com a mesma qualidade só que pro consumidor final. Se você gosta de como o jeans de determinada marca veste, vir direto na fonte sai bem mais em conta.

Os preços variam entre 79 e 119,00 no máximo, para qualquer peça! Uma senhora estava lá e levou uma saia jeans por 59,00, então acredito que ainda rola encontrar algo mais barato ainda. As calças coloridas e de veludo cotelê custavam 99,00, por exemplo, qualquer modelo.

ind-4

Tem provador com banquinho inclusive #idosa e precisando de algum outro tamanho, a vendedora pega pra você. Os tamanhos aliás, vão do 34 ao 46 – às vezes tem 48. Fazem de graça ajustes e bainha, inclusive diminuir tamanho de boca da calça.

ind-loja

ind-loja-2

A Mari me contou que final de ano e algumas datas comemorativas tem bazar, com preços mais em conta. Pra ficar sabendo quando rolam a gente preenche uma ficha de inscrição e eles avisam por email ou whatsapp. Ah, se você está querendo algo específico pode também pedir pra ser avisado, que eles reservam e você vai lá experimentar.

Eu fui de ônibus, peguei o 665 que sai da Tijuca e cheguei rapidinho no Largo da Cancela. Virei duas ruas, a subida é uma ladeirona e pronto. Foi tranquilíssimo! Gostei muito do atendimento, da qualidade dos produtos, super recomendo.

Continuarei minha saga pelas fábricas e aí eu venho contar mais pra vocês! :)

Serviço:

Indistripe
R. Chaves Faria, 364 – São Cristóvão – Rio de Janeiro
telefones: (21) 3860-5017 / (21) 2589-7738
atendimento: seg a sex 9:30h às 18:00h, sáb 9:30h às 14:00h
Aceitam cartões de crédito e débito
Mais infos no site

  • 30 Amaram
01 jul 2014

Já que hoje o blog está no tema sapatos, vamos aproveitar o embalo e falar de mais um…polêmico! Hehe!

Há um tempo atrás estava eu andando no Centro da cidade e acabei passando em frente à Santa Lolla. Resolvi entrar como quem não quer nada, mas aí meus olhos vidraram num sapato com uma etiqueta amarela enorme e o seguinte preço: 59,90.

Juntou sapato e preço baixo, FERROU. Eu suo frio, as mãos tremem, o bolso coça, enfim, rs, uma loucura, hahaha

O lance todo é que era um sapato meia pata, com frente de mocassim, salto mega alto e com estampa clássica pied de coq marrom, de pelinho. Exótico, que divide opiniões, que deixa a gente intrigada com o que combinar.

Saí da loja, passeei, rodei….decidi voltar e comprá-lo. Meu sensor de esquisitice calçadística ama esses desafios, hahaha! Sim, eu sei que ele é difícil de usar e de andar. Sim, eu sei que vou penar pra montar looks com ele. Mas tentemos, né? O look de hoje foi pra zona de segurança, um clássico para equilibrar bem com o sapato em questão:

Santa Lolla Shoes

sapato-meia-pata-2

sapato-meia-pata-3

sapato-meia-pata-4

sapato-meia-pata-6

sapato-meia-pata-7

sapato-meia-pata-8

Camisa Cantão que ganhei da marca
Pantalona Maria Filó – 100,00
Sapato Santa Lolla – 59,90
Brincos e anel Lita Raies
Bolsa Adô que ganhei de natal
Cinto Adô – 75,00
Batom Bapho da Marina Smith by 2Beauty na Sephora

fotos: Isabella Mello

O bichinho é polêmico, mas admitam que ele ficou até discreto nessa produção, vai! Hahahahaha! E eu prometo não comprar mais essas loucurinhas =X

E ai, galera? Dedão pra cima ou pra baixo pro sapato? :)

  • 32 Amaram
Página 2 de 70112345