Novo vício: monocromáticos

Eu achava essa história de look todo da mesma cor de uma caretice sem fim, confesso. Se eu poderia misturar todas as cores, que graça tem ficar tudo de um tom só? Sem contar que eu já fazia as associações: toda de vermelho, capetinha; toda de azul, caneta bic, toda de verde, abacate. Vovó chamava de ton-sur-ton e só de me imaginar nessa coordenação cromática, me sentia 50 anos mais velha.

Com o passar do tempo e essa vontade enorme de me manter fiel ao que eu tenho no armário, fui percebendo que era bobagem ter birra com os visuais monocromáticos. Que, além de elegantes, era possível, sim, ser bem criativa usando a mesma família de cores, só que em tons diferentes! Sem contar que, assim, eu aumentaria ainda mais o número de looks do meu armário, vitória!

E foi assim, experimentando, colocando em prática, usando como mais um exercício criativo com meu armário, que eu aprendi a amar, amar loucamente e de paixão, o ton-sur-ton de vovó <3

ana-soares-verde-total-2

Têm roupas que compramos no impulso. E, na dúvida que geram, ficam ociosas, ocupando espaço no armário, nos deixando incertas do seu desapego.
Foi assim com essa saia, que chegou há alguns anos, vinda de um ato impensado. Na dúvida, a melhor coisa, é: tente de novo. De diferentes maneiras. Observe como você se sente com ela. Busque inspirações, use com o que você tem – peça que rende é aquela que dialoga sem grandes esforços com o que já temos, pra não gerar mais compras.

Não gostava dessa saia até testar algumas combinações com ela. Esse look monocromático, em diferentes tons de verde, foi desses looks que me fizeram feliz por tentar. Por acreditar que experimentação força a nossa criatividade e prova o quanto podemos ser menos dependentes de novidades o tempo todo.

A melhor compra é aquela que não gasta nosso tempo e dinheiro, mas que extrai novas possibilidades em cima do que já temos. Não compraria essa saia de novo, mas já que ela veio comigo, sou responsável. E, assim, em outro momento, a percebi com outros olhos e pensei “por que não?”. E me surpreendi. Nada como esse olhar mais generoso e consciente sobre nossas roupas, sem precisarmos necessariamente nos martirizarmos pelas escolhas passadas.

ana-soares-verde-total-3

Agora, a coordenação que eu mais uso de looks com a mesma cor, sem dúvida, é a de azuis! Além de saber que essa cor me favorece pra caramba, eu, Ana, acho mais fácil um monocromático nessa cor – azul é mais clássico e tem o azul marinho, que eu considero uma cor neutra mais sóbria e podre de chic.

Sendo assim, tenho muito mais peças nessas cores e, por isso, consigo mais looks nesses tons. O roxo da sandália entrou de propósito, já que esses tons frios são vizinhos no círculo cromático e se dão super bem usados juntos. <3

ana-soares-monocromático-azul

Uma coisa bem importante: baixinhas se beneficiam super nesse truque colorido! Como não tem quebra de cores, alongam a silhueta e são uma boa saída para quem quer usar algumas peças mais cropped, saias midi e pantacourts, mas não quer necessariamente super no salto. 🙂

E vocês, gostam também? Eu to bem viciadinha por facilitar meus dias e meu cérebro quando estou muito cansada. Tenho achado bem mais fácil na hora da pressa recorrer às mesmas famílias de cores, sem ser apenas toda de preto, por exemplo.

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

15 comentários

  1. Milena comentou:

    Aiiiiii, esse azul com roxo = <3
    Vou arriscar umas produções assim também!

    1. Ana Carolina respondeu Milena

      arrisca! Só tem a ganhar 😀

  2. Alessandra comentou:

    Oi, Ana! Tudo bem? Leio seu blog há anos e adoro! Como tenho “um pouco” de TOC, uso os tops e os bottons pela ordem alfabética de cores diariamente kkkkkk. Exercita a memória (uso tuuuuudo o que eu tenho) e como o número de peças não é exato, rende combinações incríveis e diferentes diariamente, sem precisar me preocupar muito com isso. Claro que bolsas e sapatos entram nessa loucura (terceiras peças também kkkk).

    1. Ana Carolina respondeu Alessandra

      Gente, conta mais como seria isso! hahaha amei!

      1. Alessandra respondeu Ana Carolina

        Amarelo, Azul Claro, Azul Escuro, Branco, Cinza, Jeans etc.

        Aí, se tenho duas blusas amarelas, por exemplo (ordeno assim: amarela Florida, amarela LISA, amarela LISTrada), mais uma calça amarela e uma azul clara, uso desse jeito:

        1º dia: blusa amarela florida com calça amarela (olha o monocromático aí!)
        2º dia: blusa amarela lisa com calça azul clara

        Se a combinação do dia me fizer sentir uma palhaça, passo para a cor seguinte na ordem alfabética até achar um look legal. Mas às vezes o mix de cores e estampas fica bom e até me surpreende! rsrsrs

        1. Ana Paula Monteiro respondeu Alessandra

          Adorei seu método, bem loko kkkkkkkkkk mas olha, assim, você não vai usar Azul com Roxo, eles estão muito distantes no critério “ordem alfabética” :))))

          1. Alessandra respondeu Ana Paula Monteiro

            De vez em quando rola uma desobediência… rsrs Bjs

  3. marcella comentou:

    este azul dom roxo matou meu coração!

  4. Anna Camila comentou:

    Esse look azul com o roxo ficou escandalosamente lindo!!!!
    E esse colar? É Sobral???

    1. Ana Carolina respondeu Anna Camila

      Sim, Sobral! Ganhei dos meus alunos 😀

  5. Patricia comentou:

    Nossa! Achei tudo lindo demais! O segundo look tem tudo a ver comigo. Esses dias usei um monocromático cinza: parece chato a princípio, mas coloquei uma sapatilha verde e a blusa tinha renda branca na manga e deu um tcham. Adorei e vou adotar pra vida rsrsrs

  6. fernanda comentou:

    segundo look está divino,amei. Uma curiosidade: qual foi a cor da bolsa usada com ele ?

    1. Ana Carolina respondeu fernanda

      Caramelo! 🙂 Ou azul marinho tb hehe

  7. comentou:

    Nossa, eu estou super nessa onda do monocromático e amei os dois looks. Obrigada pelas inspirações!
    Eu sou baixinha, e como vc falou no último parágrafo, ajuda muito a me alongar. Essa questão da “quebra” da silhueta, fiquei atenta desde quando vc deu aquele exemplo do colorido vibrante com o preto.

    Bjs

    1. Ana Carolina respondeu Vê

      Que bom que gostou, Vê!