Onde eu compro meus acessórios

Muita gente veio perguntar onde eu compro meus acessórios, que são diferentes, coloridos. É notório, em tanto tempo de blog,
meu apreço por acessórios chamativos, de preferência impactantes. Mas preciso dizer que não ando mais apaixonada pelos colares
gigantescos, minha preferência atual são os brincos compridos e colares menores, mais alongadores.

ana-colares-lenco

Mix de colares e acessórios

Antigamente era assim: é enorme, meio decorativo? Eu quero! Hahaha! Recentemente até
usei alguns nesse estilo, mas não são minhas primeiras opções. Eu ainda tenho muitos colares e acessórios diferentes, a maioria
garimpado em brechós, feiras de moda e de sites como o enjoei. Esse é um dos meus preferidos da minha coleção, da antiga
Aramez, que desenvolveu pra um desfile icônico em 2011 da marca mineira Patachou, e eu arrematei no enjoei, anos depois.

candy-colors-3

colar icônico do desfile da Patachou

Esse de baixo veio de Recife, da designer
Katia Costa Pinto, que desfilou na Fenearte, tenho ele desde 2015 e só consegui usar uma vez. 🙁 Acho que vale um
Comprei e nunca usei com ele, já que ele é todo em tecido (bom para as alérgicas!) e sua forma permite mil variações, já
que ele é um fio contínuo.

all-black-5

Colar uso que veio de recife, todo em tecido

Meus preferidos da vida, amados e idolatrados, são, sem sombra de
dúvida, os da
Luiza Dias 111. É impressionante como é só usar algum colar, pulseira ou brinco da marca, para alguém perguntar
daonde é! Eu já sou detentora de uma mini coleção da marca e, confesso, já tive alguns problemas com fecho e material mais
desgastado, mas deixei recentemente na loja e ficaram novinhos em folha. 🙂

colar-hoje-vou-assim-off

Um dos meus vários acessórios da Luiza Dias 111

De brincos amados, além dos da Luiza, tenho ficado viciada nesse
da Erika Z, transparente, que já usei desde festa de carnaval até dia a dia!

ifantasias-carnaval-ana-soares

Brinco versátil e lindo da Erika Z

Eu separei alguns lugares que costumo comprar acessórios por bons preços ou
até um pouco mais caros – não tem jeito, acessório eu super acredito que vale pagar um tico a mais ou garimpar bem para garantir
um look bacanudo com eles. Acessórios são os salvadores e aqueles que dão o tom mais interessante até nos basicões! Em semana
de
Fashion Revolution, em que usamos a
#quemfezminhasroupas para contestar as marcas sobre seus meios de produção, separei apenas marcas que possuem trabalho
nesse viés, mais slow fashion, mais autoral.

Na listagem tem os que eu já comprei, outros ganhei e tem aqueles que eu só vi ao vivo e namoro. Tem também indicações fantásticas
do nosso grupo
Moda Pé no Chão no facebook, que eu coletei várias e listei pra vocês! Colei o instagram das marcas, mas em todos
os links tem a informação de email, telefone, whatsapp, site e loja!

Luiza Dias 111

Com materiais como metal e murano, Luiza ganhou meu coração com seu design limpo e muito sofisticado. As peças não são absurdamente
caras se levarmos em conta principalmente o quanto elas são versáteis!

Mix que amamos! Nina Caramelo+ Francesca Marinho, com Murano e Metal. Disponíveis nas lojas física e online.

Uma publicação compartilhada por
LUIZA DIAS 111 (@luizadias111_) em

Montageart

Sou fã incondicional do talento desses rapazes, que não seguem modismos, que cada peça garimpada é transformada em objetos
únicos, sensíveis e criativos.

Fernanda Torquet

A designer mineira trabalha com sobras de materiais da construção civil, em um reaproveitamento lindo e muito bem executado!

A Figurinista

São objetos de arte as peças e joias autorais de Teka Brajovic.

It brands rocking!!! Hj vai até as 22! Vem!!!

Uma publicação compartilhada por
by Teka Brajovic (@afigurinista) em

Entre Cubos

Acessórios que são esculturas geométricas feitos em colaboração com as clientes pela designer Ingrid, é tudo tão incrível
e contemporâneo, que sempre me pergunto porque ainda não tenho nada da marca.

.Partindo do momento em que nos propomos a criar junto de quem nos solicita, percebemos a proximidade entre personalidade,
momentos e que estes se relacionam diretamente com as cores selecionadas, e a importância disso remete à
nós mesmo, e o que o nosso inconsciente diz. Vamos hoje falar sobre algumas facetas de uma das cores mais
amada no planeta. Por que o azul tem um efeito distante e infinito? A perspectiva produz a ilusão do espaço.
As cores podem também produzir perspectiva. Nós associamos as cores às distâncias porque elas realmente mudam
com a distância. O vermelho só é luminoso quando está perto, assim como o fogo só aquece quando estamos próximos
a ele. Quanto mais distante o vermelho estiver, mais azulado se torna. Todas as cores à distância se tornam
mais azuladas, pois são recobertas por camadas de ar. Quanto mais graduações estiverem à vista no céu, indo
do azul-claro ao azul mais escuro, maior a impressão que se tem de poder ver mais longe. A esse efeitos os
pintores chamam de “perspectiva aérea”. A regra é que as cores fortes atuam como se estivessem mais próximas
do que as cores apagadas. Nós percebemos a água e o ar como azuis – apesar de eles não serem realmente dessa
cor. Um recipiente de vidro permanece sem cor quando está cheio de ar, e também quando está cheio d’água.
Porém, quanto mais profundo um lago, mais azul a água parece ser. Com o aumento da profundidade, todas as
cores se dissolvem em azul. Nossa experiência demonstra que o azul é gerado pela reprodução infinita de qualquer
material transparente. Por isso o azul é a cor das dimensões ilimitadas. O azul é grande. .tridimensional
desenvolvido em madeira e bronze 340 / Flöge cubos em paetê 390.

Uma publicação compartilhada por
Entre Cubos (@entrecubos) em

Paolla Falcão

Adoro o estilo dramático e alternativo da Paolla, com peças bem chamativas e pesadonas.

Crua Design

É notório e uma referência o trabalho da Crua com reaproveitamento de madeira de forma autoral e sustentável. Sou apaixonada!

Acessório ou escultura? Nosso colar Construção ❤

Uma publicação compartilhada por
Crua (@crua.design) em

Babilak Bijouterias

Eu sou FÃ da marca! Há 42 anos criam numa oficina/loja nos fundos do número 98 da Visconde de Pirajá. Feitos em resina, são
todos produzidos no local, que abriga uma quantidade infinita de colares, pulseiras, anéis e brincos. E os preços são maravilhosos,
vale muito a pena!

Erika Z

Acho o trabalho da Erika muito inspirador! Adoro essa nova fase colorida da designer, explorando outros materiais. É dela
meu brinco transparente lá de cima e não tem uma viva alma que não fale dele quando uso!

Noiga

Acessórios super autorais, criativos e geométricos, impressos em 3D. Não são aquela pechincha – até por conta do processo
criativo da marca –, mas vale demais conhecer e namorar um!

O Lázuli

Ganhei alguns brincos da marca tão maravilhosos, em cerâmica e outros materiais alternativos, como corda, que vale muito
a indicação!

Cecília com Brinco MITI na cor Púrpura. 💜

Uma publicação compartilhada por
O’Lazuli (@o_lazuli) em

Atelie Chilaze

No coração da Saara, no Centro do Rio, a marca se destaca com seu trabalho criativo misturando muitas cores e materiais.
Sem dúvida é um lugar ótimo pra ter bijus incríveis, apesar de não ter o preço médio da região popular.

Vittri Complementos

A marca foi indicação do grupo, e eu já adorei o estilo dela, com cores e geometria!

Vai ter muita cor e muito brincão, Brinco Gal Brinco Bethânia

Uma publicação compartilhada por
Vittri (@de_vittri) em

Brir

A Brir também não é aquele brinco baratinho, hahah, mas olha, só tem lindeza! Fica aqui a menção honrosa, porque eu amo o
processo criativo dela!

Colar Porto, xodó da coleção 💚 www.brir.com.br #madeinrio #lovebijoux #newin #brir #elos

Uma publicação compartilhada por
B r i r (@briracessorios) em

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

9 comentários

  1. Flavia comentou:

    Você tem um lindão maravilhoso top com pérolas que amo! Não falou dele.

  2. Letícia Garcia comentou:

    Não entrou a foto da PAOLLA FALCÃO.

  3. Adriane comentou:

    Ana do céu,já tô aqui das Minas Gerais fazendo minhas encomendas.Apaixonada pelos acessórios.Bjos!

  4. Ana Paula Monteiro comentou:

    Conheci a Babilaki por indicação sua e fui lá na lojinha quando fui ao Rio em 2016. Simplesmente AMEEEI! O dono disse que Sobral trabalhou com ele, e realmente é tudo nesse estilo. Comprei peças maravilhosas com preço honesto! Amo a Luiza Dias e tenho um colar igual ao seu, mas com a pedra preta. Estou namorando muito esse seu brinco da Erika Z. Também sou como você, amo acessórios, principalmente os de design. Preciso indicar a Dipua, de Niteroi, que tem peças incríveis e preços justos!Daqui de Salvador, tem a Ju Fonseca, que faz peças com corda lindíssimas!

    1. Ana Carolina respondeu Ana Paula Monteiro

      Ahhh eles são uns queridos! Simmm vou fazer a parte dois dessa lista, estão me indicando mais marcas bacanas! 🙂

  5. Karupin comentou:

    Hoe, Ana! Tudo bom? 🙂
    Muitíssimo obrigada por este post! Desde que você mencionou que postaria um post sobre acessórios, estava aguardando com muita ansiedade por este momento! 😀

    Além das dicas de lojas e referências, gostei muito do toque discreto que você deu sobre pensar em investir um pouco mais nas bijus por ser um investimento que muda o clima de qualquer look. Não que você não tenha dito algo do tipo outras vezes, mas parece que deu um “click” na cabeça agora – acho que foi o som da ficha caindo, haha!

    Mais uma vez, obrigada!
    Beijos, flor~

    1. Karupin respondeu Karupin

      Desculpe o flood, mas esqueci de mencionar no comentário uma marca que conheci recentemente e talvez possa complementar a pretendida sequência sobre acessórios! ♥
      É a Nó Design: https://www.instagram.com/atelienodesign/

      Agora sim, me despeço mesmo, haha!
      Beijão!

  6. Flávia comentou:

    Post útil, necessário e fundamental, Ana!! Amo acessórios e conheci várias dessas marcas (que amo!) através das suas fotos. Obrigada!