Eu escolho o que quero vestir

Na sexta eu fui pra Belo Horizonte para facilitar (amo essa palavra, haha) o workshop de cores na capital mineira. Fui exatamente com essa roupa aí da foto, tirando o scarpin, que eu troquei por um tênis com brilhos estilo slip on.

Passeei pelas ruas, fui até o Mercado Central bater um PF de feijão tropeiro com couve e ovo frito, comi de colher sentada no balcão defumado de fumaça da cozinha, comprei queijo, fui até o mercado providenciar as comidinhas do workshop, terminei a noite bebericando chá e comendo pão de queijo. Tudo isso com a roupa aí da foto, brilhando e reluzindo pelas ruas, me sentindo linda até enchendo a boca com cada colherada de tropeiro.

Poderia ter escolhido outra roupa pra bater perna? Sim, com certeza. Eu quis outra roupa que não fosse essa? Não! E aí que está o grande lance de nos vestirmos pra nós mesmas e tornarmos esses momentos divertidos e especiais: temos livre arbítrio sobre nossos corpos, o nosso conforto e o que é considerado adequação ou não para a sociedade.

moletom-paetes-ana-soares-hoje-vou-assim-off-1

Eu poderia ter esperado outra situação para usar o look, talvez algum evento, um encontro com as amigas à noite, mas eu apenas optei por não esperar o momento certo pra vestir o que eu quero vestir….naquele momento!

Obviamente tento conciliar praticidade e versatilidade da roupa em questão, ainda mais se vou viajar, mas tenho andado farta de abrir meu armário com tanta roupa que eu gosto, que acho super legais e interessantes, e confiná-las na escuridão porque não encontro a ocasião apropriada para cada uma. Roupa não me veste apenas, mas mostra muito do que sinto no dia, do quanto eu quero me divertir, das ideias que eu gosto de passar.

moletom-paetes-ana-soares-hoje-vou-assim-off-3

moletom-paetes-ana-soares-hoje-vou-assim-off-5

moletom-paetes-ana-soares-hoje-vou-assim-off-2

moletom-paetes-ana-soares-hoje-vou-assim-off-4

Moletom Joulik para C&A do ano passado
Saia Jardin
Scarpin Santa Lolla hiper antigo
Bolsa Adô Atelier hiper antiga
Brincos Montageart

fotos: Denise Ricardo

Estou aproveitando também o nosso breve inverno para conseguir usar aquelas peças complicadas de conciliar com o calor carioca. Por isso dá-lhe looks com essa saia – to usando direto e todo dia praticamente –, com esse moletom (que a cada usada os paetês despencam, um saco isso, mas continuo vestindo mesmo assim) e mais um tanto de outros tricôs e brilhos que não precisam esperar muito. Basta eu sentir vontade de reluzir por aí e pronto! 🙂

Considerando o ambiente de trabalho e o estilo de vida de cada pessoa, eu sei que não dá pra sair por aí com tudo que queremos naquele instante. Mas pensa que pequenos detalhes como acessórios, sapatos e bolsas, que estão aguardando a sua vez de verem a luz do dia também podem representar com maestria esse desejo de nos vestirmos de nós mesmas sem essa interferência forte do outro sobre nossas escolhas.

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

17 comentários

  1. Milena comentou:

    Que maravilhosa e reluzente andando pelas ruas da minha Belô! =D
    Quantas vezes eu não troquei de roupa porque ouvi falarem: “mas você tá muito arrumada pra ir pra tal lugar” ou “você vai assim”?
    Agora te vendo linda assim vou sair com a roupa que eu bem entender! 😉

    1. Ana Carolina respondeu Milena

      Issooooo! Bora ser feliz com o que queremos vestirrrr

  2. Milena comentou:

    Claro, levando em consideração certas coisas, como roupa mais apropriada pro trabalho ou pra um casamento, por exemplo…

  3. Adriane comentou:

    O povo não ficou te reparando,não? porquê aqui até mini saia e bota chama a atenção.Uma vez coloquei uma saia tipo essa com sapato boneca e meia curta listradinha,nossa,pra quê,virei a Gisele na estação do MOVE.Todo mundo me olhava de cara torta.Acho que SP e RJ são menos conservadores que aqui.

    1. Ana Carolina respondeu Adriane

      Ficou não! E sou tão distraída que mesmo que tivessem olhando, capaz de eu nem ver hahaha

  4. É isso aí, Ana! O que eu mais escuto das pessoas é: queria ter coragem pra usar esse monte de cor e brilho que você usa, queria sair por aí com essas roupas, mas em mim não fica legal, chama muita atenção, eu não consigo! =( Não precisa ter coragem pra usar roupa nenhuma que você ama, a gente num pode é passar vontade!!! <3 E quando a gente se liberta dos olhares, dos julgamentos e dos pre conceitos que temos com nós mesmos (e desapega do dos outros) o ato de se vestir vira uma terapia prazerosa e que se renova todo o dia! Amo o seu blog <3 E ainda vou fazer sua análise cromática dia desses com você. hahahahahahaha! Super beijo!

  5. Erika Farias comentou:

    Por isso que o seu blog é o único de moda que eu sigo (há anos, mas primeira vez que tomei coragem para escrever). Confesso que, de vez em quando (reuniões familiares, principalmente), me preocupo se não estou arrumada demais para a ocasião porque no meu meio social não basta muito para isso. Sempre me senti diferente em relação aos gostos das pessoas ao meu redor e lendo os seus posts comecei a tomar coragem de me vestir exatamente como queria, ainda que as pessoas me olhassem torto. É um processo longo, mas com os seus textos certeza que chegarei lá e muitas outras na mesma situação também. Parabéns Ana e obrigada por nos ajudar a nos sentirmos mais seguras para sermos quem queremos ser.

  6. Paula comentou:

    Musa!!!

  7. Roberta comentou:

    Amei!

    Ana tenho uma saia lápis dessa cor e estou totalmente sem ideias para usá-la… snif!

    Estava como vc falou, esperando uma ocasião!!!

  8. Caroline® comentou:

    Uma grande bobagem esse negócio de esperar ocasião. Quando compro/ganho algo que amei de verdade, quero usar imediatamente, e crio a oportunidade para isso. Já ouvi muito: tal peça/combinação é muito bonita, por que vc “gastou” só pra vir trabalhar? Porque eu quis, porque aquilo me deixa feliz, me faz sentir bem, porque eu faço isso por e para mim, não esperando as reações dos outros. E quando eu invento de usar um traje (estou evitando falar “look”) que eu gosto, mesmo que não seja muito ortodoxo, é quando mais recebo elogios. As pessoas percebem a nossa sensação de alegria e autoconfiança através de uma boa roupa……

  9. QUE SAIA LINDA! Eu babo nela toda vez que aparece aqui no blog kkkkk Nossa Ana, como me identifiquei com você nessa coisa de “me vestir para mim mesma”. Não tenho uma saia nem um moletom lindo desses (ainda) mas sou daquelas que adora sair de meia-calça colorida em plenas ruas recifenses. Tão tão difícil ver alguém que use por aqui, todo mundo repara, olha de cima a baixo, vira a cara, mas eu nem aí. Adoro usar, principalmente agora no inverno que fica um pouquinho menos quente, e arraso por aí. Pra ir pro trabalho, sair com as amigas, pra balada, cinema etc. Me sinto maravilhosa! Bjão

  10. Christiana comentou:

    Ana, que look lindo. Arrasou! Olha vc tem super razão. Comprei um scarpim lindo da Luiza Barcelos em uma liquidação. Mas só usei uma vez em um casamento porque ele é dourado e tem uns detalhes. Aí fico me perguntando porque não vir trabalhar com ele se um scarpim cabe perfeitamente no meu dia a dia? Inclusive venho trabalhar com esse tipo de calçado várias vezes na semana. Enfim sua opinião está mais que certa. Vou jogar colocar meu scarpim em jogo, rsrs. Bjs Aninha

  11. Taiane Magalhães comentou:

    Oi Ana!

    Este post me lembrou de um casaco brilhoso que minha comprou para uma viagem que ela iria fazer com meu pai para Portugal. Seria a primeira viagem dela para fora do país. Infelizmente, meses depois da compra do casaco ela descobriu que estava com câncer, teve que cancelar a viagem, e, um tempo depois, faleceu da doença. Quanto fui limpar o armário dela encontrei o casaco guardado ainda com etiqueta. Neste momento percebi o quanto é vida é curta, cheia de surpresas e que não podemos deixar para depois as coisas que nós gostamos.

    Quando vejo uma roupa especial no armário e tenho o pensamento de usar depois, pois o evento não tem tanta importância, lembro do casaco que minha mãe tanto gostava e que nunca usou. Hoje em dia dou mais valor ao meu gosto e minhas vontades, do que a opinião das pessoas. =)

  12. Luciene comentou:

    Deusa! E essa saia? “Mim dá”??? 🤣🤣🤣

    1. Ana Carolina respondeu Luciene

      empresto! 😀

      1. Luciene respondeu Ana Carolina

        Olha que aceito hein! 😊😘

  13. Ariana Melo comentou:

    E tava linda mesmo, hein?! Que look poderoso!!
    E isso mesmo! Uso o que me dá na telha, e sempre escuto que estou “chique”. Mas é pq eu sei fazer combinações e sair da mesmisse com peças comuns hehe… #modesta
    Quem sabe um dia ainda encontro com vc pelas ruas de BH… Vc deve ser ótima pra bater papo!! hehehe