Como eu me visto pra trabalhar de casa

Quando decidi mudar de profissão e sair dos empregos que consumiam o tempo que eu queria dedicar à nova carreira, eu sofri alguns baques. O maior de todos, sem contar a falta de uma salário fixo, foi sobre a mudança radical que isso traria no meu vestir diário.

Com o blog e o trabalho, meu guarda roupa havia crescido de tamanho e eu tinha sede por variedade. Na época comprei camisas, calças de alfaiataria, vários casaquetos, que, agora com minha realidade de home office, perderam completamente o sentido. Eu não precisava mais me arrumar todos os dias!

Vejam bem, não que eu não saia de casa, rs, eu saio duas vezes por semana para dar aula e quando preciso atender alguma cliente, tomar um café com futuras clientes ou para alguma reunião do blog. Mas não é mais aquela rotina de sair às 8h, passar o dia sentada em escritório, encontrar gente, reuniões e volta pra casa…ficou tudo mais leve, com menos formalidade!

Minha principal preocupação foi o blog: precisava inventar uma nova rotina de looks, já que não tirava mais a foto da roupa do dia e, pior, se eu não saísse naquela semana, o que eu mostraria aqui? Pensei logo que seria um fiasco, ainda mais nessa evolução de blogueiras para super stars, sempre elegantes e montadonas.

Eu amava de verdade escolher minhas roupas todos os dias, por isso comecei a me sentir bem mal de ver todo mundo arrumado nos videos e eu aqui, sem nenhuma graça (alô mundo aspiracional!).

E aí veio crise, leis de terceirização, o caldo tá fervendo como nunca e muita gente está repensando o esquema de trabalho como conhecemos. Eu, que (sobre)vivo como autônoma há tantos anos, comecei também a ajustar a minha rotina para viabilizar meu trabalho de casa, e pensei que mostrar esse lado positivo mesmo na simplicidade seria importante para muita gente.

Então pensei em desconstruir o mito que ainda existe sobre o visual de quem faz home office, como se passássemos o dia de pijama no absoluto caos…ok, isso também é verdade, mas não é sempre que estamos gordurosos e remelentos, hahaha!

look-home-office-hoje-vou-assim-off-3

Aproveitando o embalo da decoração do meu escritório, quis dividir com vocês como adaptei meu estilo e guarda-roupa para minha nova realidade de trabalho e como eu me visto para um dia de labuta na minha residência! 🙂

Básica, pero no mucho

Obviamente eu parei de comprar roupas mais sociais ou muito elaboradas – tinha um monte de camisas, mas peças estilo homewear, nenhuma! Eu acordava, vestia uma roupa velha e carcomida, e sentava pra trabalhar. Me sentia péssima, de verdade. Até um pouco deprê e isso prejudicava meus horários e produtividade.

Comecei a estabelecer uma rotina como se eu estivesse realmente em outro ambiente que não fosse minha casa: acordar, tomar banho, café, arrumar a cama e colocar uma roupa confortável, só que um look mais fofo ou descoladinho que me permitisse apenas pegar a bolsa e sair quando precisasse ou pudesse receber alguém em casa sem ter que sair correndo pra trocar de roupa.

Hoje eu tenho uma gaveta só dos lookinhos de casa, com camisetas, shorts molenguinhos, calças confortáveis de tecidos naturais e macaquinhos. Tudo mais basicão, mas que ao menos me deixam com a sensação de que saí pra trabalhar e que estou pronta pra qualquer imprevisto ou situações como reuniões via skype.

look-home-office-hoje-vou-assim-off-4

Blusa MyBasic com short molenga Karamello e Melissa só na hora de sair, aqui eu uso chinelo!

Eu sou BEM basicona pra trabalhar de casa (leia-se também sou preguiçosa) e a prioridade é conforto – tenho sempre tanta, mas TANTA coisa pra dar conta, que não perco tempo me arrumando, é meio pá-pum. Na pressa eu só pego uma jaquetinha e saio, ou troco por um vestido mais arrumado se não dá tempo de pensar numa roupa mais elaborada.

Meus sapatos de dia a dia também são aqueles fáceis e confortáveis: melissa, rasteiras ou alpargatas, tudo bem despojado e fácil de calçar!

look-home-office-hoje-vou-assim-off-2

look-home-office-hoje-vou-assim-off

Camiseta Básico.com com calça/bermudão de linho Karamello
Jaqueta Levi’s de segunda mão e tô pronta pra ir até a esquina resolver algumas pendengas!

Eu AMO usar macaquinhos para trabalhar de casa! Amo mesmo, acho que me sinto menos básica quando visto. Tenho dois preferidos: um jeans e esse preto que comprei no verão.

Como fogem do esquema t-shirt + calça jeans, acho que são um passinho pra cima no quesito me sentir arrumada, além de fáceis de coordenar com um casaquinho, jaqueta ou cardigans.

look-home-office-hoje-vou-assim-off-7

look-home-office-hoje-vou-assim-off-8

Macaquinho Liritty com maxi cardigan Leader

Acho que o que eu mais gosto deles é que não preciso passar, hahaha! Vou andando e desamassando eles, rs.

look-home-office-hoje-vou-assim-off-1

Macaquinho Karamello com kimono Lucidez

fotos: Denise Ricardo

Claro que eu continuo adorando me arrumar e pensar em produções mais elaboradas, tanto que qualquer saída de boteco com os amigos rende um visu mais caprichado. Sinto saudade somente disso no meu cotidiano, porque hoje em dia eu amo trabalhar de casa.

Depois de tantos anos perdendo até 4h por dia no trânsito, me sinto privilegiada de verdade e passei a ser mais feliz com a minha rotina, agradecendo diariamente por ter essa escolha e pelo meu trabalho. Dá pra ser feliz vestindo somente uma camisetinha e um shortinho. 🙂

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

7 comentários

  1. Ana Carl comentou:

    Amei o post!

    Há 6 meses eu deixei o mundo corporativo pra abrir meu ecommerce. Há 6 meses passo o dia mulambenta pela casa! 😀 Eu até tenho essa rotina de acordar, tomar café etc mas na hora de vestir a roupa que vou passar o dia, pego uma calça de moletom (daquelas bem acabadas e uma tshrit daquelas tipo underwear. Mais sem graça impossível! Esse post me deu uma super inspiração porque sinto falta de me arrumar todo dia (eu sempre tive paciência: separava a roupa no dia anterior, trocava bolsa…). A partir de amanhã, tudo será diferente! 😉

    bjs
    Ana

  2. Bruna comentou:

    Ana que bom q vc escreveu esse post. Saio mais pra trabalhar durante o fim se semana e nos outros dias faço o trabalho em esquema home office, mas acho q no meio da semana falta mesmo uma rotina pra começar e aproveitar melhor o dia e usar uma roupa com mais cara de arrumada. Qnd estou mulambentinha parece q o trabalho não rende, que falta alguma coisa e isso fica o tempo todo incomodando.
    Vou criar o hábito de melhorar o look e ver se funciona. 🙂

  3. Oi Ana!
    Adorei seus looks de “trabalhar em casa”! Eu ainda não trabalho formalmente (sou mera estagiária e estudante de jornalismo kkk), mas adoro montar os looks de cada dia. Nunca entendi como as pessoas conseguem ir para a faculdade de jeans e camiseta todos os dias kkkk Acho incrível ter que trabalhar em casa, é um provável futuro para mim, mas acho que seria muito difícil no começo já que gosto de me montar mais. Nas férias, por exemplo, quando só saio algumas vezes na semana, me sinto muito mal por não estar me arrumando com a mesma frequência. Espero lembrar das suas dicas se algum dia eu vier a trabalhar assim. Bj!

    1. Ana Carolina respondeu Crystal Ribeiro

      Crystal, quando vamos ficando mais velhas, nada como ficar à vontade em casa…eu adoro uma montaçao, mas também tô amando meu conforto! Hahaha

  4. Juliana comentou:

    Ana,

    eu também trabalho em casa. Faço preparação e revisão de textos. Não me arrumo, mas não uso roupa “mulamba” e não fico de pijama (porque isso dá uma sensação de moleza no corpo…). Acho macaquinho lindo, só é ruim para ir ao banheiro durante o expediente!

    Um beijo

    1. Ana Carolina respondeu Juliana

      Mas de casa tá de boa o macaquinho! Até trabalho com o zíper aberto pra facilitar hahahaha

  5. Meu marido também é autônomo, quando não tem nenhuma reunião, orçamentos, fica mais a vontade para trabalhar, mas não larga mão de se vestir do seu jeito para receber alguém, fazer algumas gravações (Ele é músico e temos um estúdio no quintal de casa), acho isso importante! Eu sou da turma que sai todos os dias e pega serviço no mesmo horário, trabalho num hospital não sou obrigada a usar branco (minha profissão não exige), mas me sinto na obrigação de usar roupas que me fazem sentir bem e que me deixam “arrumadinha”, de vez em quando escuto uns “nossa essa sua roupa tá legal” e gosto disso! Aprendi que a roupa tá ali pra ser usada e uso! Hehehe