Demorou, mas chegou: moda plus size com preços acessíveis

Foi-se o tempo em que precisávamos quebrar o porquinho para comprarmos uma peça em lojas especializadas em moda Plus Size. Com a grande quantidade de  mulheres clamando por roupas que as atendessem em lojas fast fashion, não demorou para que pipocassem lentamente as coleções de tamanhos maiores nessas lojas.

Lojas de departamento como Marisa e Pernambucanas deram o passo inicial na moda jovem para mulheres gordas – ainda assim precisávamos garimpar naquele cantinho das “araras especiais” cheio de cortes meio estranhos, tecidos de qualidade duvidosa e estampas que pareciam aquelas capas de sofá antigas. Há quase um ano, a Renner lançou a Ashua, com peças que vão até o tamanho 54, mas só está disponível no e-commerce. Não chega a ser preço popular, mas tá na categoria de grandes redes.

Uma das lojas fast fashion que vem apostando no nicho Plus Size é a Leader. Sou suspeita para falar, porque desde que descobri a T-plus (marca de tamanhos maiores da rede) voltei a usar short – não bermudas!- jeans, peça que eu amo. Geralmente essa grandes redes vendem bermudas, mas a Leader tem o corte de short mesmo, mais folgadinho nas pernas. A linha Plus Size deles vai do 46 o 56 e eu visto o 54 nos shorts de lá e 50/52 nas blusas.

Estive na loja do Center Shopping Rio, em Jacarepaguá para buscar novidades da coleção outono/inverno, mas quando cheguei lá tive uma surpresa chata: não tinha nenhuma pecinha sequer da nova coleção no tamanho 54. Tinham algumas 52 e algumas 56, mas, 54, nenhuma. Em contrapartida, tinham várias araras da coleção de verão remarcadas e ainda restavam algumas pecinhas no meu tamanho, então resolvi dar uma chance.

mari-t-plus-leader-hoje-vou-assim-off

Short jeans – R$39,90
Camiseta mullet  R$29,99

Achei essa camiseta um arraso. Peça curinga, vai bem com shortinho, calça jeans ou legging. É fresca, tem a malha fininha e gostosa, além de ser super confortável. O short tem uma pegada destroyed, sem costura na bainha. Como eu sou uma gorda de quadril muito mais largo que a cintura, sempre preciso fazer pence pra não ficar com o cofrinho à mostra, haha. Além disso, ser baixinha faz com que os shorts fiquem compridos em mim, daí sempre dou uma encurtada básico. Nesse não precisaria, achei o comprimento ótimo para o meu tamanho.

mari-t-plus-leader-hoje-vou-assim-off-2

Short jeans – R$39,90
Camiseta Mickey – R$39,90

Essa camiseta foi paixão à primeira vista, e vasculhei pela loja inteira para ver se não havia uma tamanho 50 ou 52 perdida entre as araras. Nunca tinha visto uma t-shirt de tamanho maior nessa pegada mais pop em fast fashion, mas a 54 praticamente me engoliu. Usei o mesmo short, pois, como eu disse, haviam pouquíssimas peças no tamanho 54, hahaha.

Citycol aposta em tamanhos maiores por preços populares

Mais popular que a Leader, a Citycol é uma rede de lojas que vende roupas bem baratas. Há alguns meses lançaram uma linha Plus Size, e estive lá para conhecer e experimentar algumas peças. Geralmente são camisas e vestidos de malha, mas vi também algumas bermudas jeans.

É importantíssimo termos lojas como a Citycol oferecendo tamanhos maiores, pois existem muitas mulheres gordas com uma renda menor e que tem sérios problemas para conseguir comprar peças que as caibam. Popularizar o mercado da moda Plus Size é um caminho sem volta, e eu espero que muitas outras lojas sigam o exemplo da Citycol.

mari--citycol-hoje-vou-assim-off-2

Camiseta de gatinho – R$14,99
Vestido com listras- R$39,90

Experimentei essa t-shirt de gatinho e ficou bem confortável no corpo. O tamanho dela era G2 e a atendente no provador não soube me explicar equivalência para números, mas acredito que seja o tamanho 50, já que ficou mais justinha.

Confesso que achei esse vestido listrado uma gracinha, mas com as listras pretas e brancas. Infelizmente só havia tamanho G deles (da linha plus), e o meu tamanho era GG, então vesti o rosa. Ficou bem bonitinho no corpo, do jeito que eu gosto marcando a cintura.

mari--citycol-hoje-vou-assim-off-1

Blusa ciganinha tamanho G (linha reguular) – R$29,99

Como de costume, garimpei também pelas peças de tamanho regular e achei essa ciganinha fofa. Ficou um charme, quase um cropped – e creio que a intenção dela não era essa -, mas achei o tecido muito fino, imaginei as marcas de suor no corpo em um dia mais quente. Também fiquei desconfortável quando tentei levantar os braços, deu aquela segurada na cava, o que limitaria abraços, por exemplo.

Infelizmente roupas para gordas ainda em sua maioria caras, mas aos poucos parece que as coisas estão mudando. E vocês, tem dicas de onde achar tamanhos Plus Size com bons preços?

mari-rodrigues-hoje-vou-assim-offMariana Rodrigues
Carioca, 29 anos, gorda. Tagarela de carteirinha, fã de chá gelado e viciada em bons debates na internet. Apaixonada por moda e televisão, escreve sobre esses e outros assuntos também em seu blog aquelamari.com
Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Comente pelo Facebook

Comentários pelo blog

3 comentários

  1. Lídia comentou:

    descobri a leader há pouco tempo. Tem mtas opções e é mais barata que as outras fast fashion, mas o acabamento tb é pior..eu acho! mesmo assim acho que compensa!rs é só ficar atenta na hora de comprar. bj

  2. Aline comentou:

    Nossa,qd era plus amava a T-plus, concordo sobre ser uma das poucas com short na coleção. Tb usava corpo & alma, algumas peças chegavam a vestir 50, achava cara, mas são roupas d qualidade. Ñ sei se a numeração deles continua abrangente, mas a qualidade é 1000, tenho ribanas de algodão q uso até hj e comprei há mais d 5 anos! Em Caxias, no calçadão há lojas bem populares q vestem plus size, no estilo baciada, mas a qualidade é mt duvidosa. Estou amando sua participação no blog, mesmo eu ñ sendo mais gorda me interesso mt pelo assunto. beijos

  3. Jaqueline Rosa comentou:

    Olha! Rezo pelo dia que a Leader vai acordar e investir numas peças mais bacanas, estilosas nessa linha plus size… Realmente, ter shortinhos e até umas calças com umas lavagens legais já é um avanço. Mas sinto que falta alguma coisa e esse é um apelo muito grande de quem é plus size! Estão perdendo uma boa oportunidade… Deveriam investir em peças estilo forever 21 lá de fora, pq plus size aqui no Brasil só tem em SP.