03 out 2011

Ana veste:

Camisa Folic – armário da mãe
Calça de couro ecológico C&A – 39,90
Sapato Lakrízia – 79,90
Bolsa Zara – 79,00
Pulseira de madrepérola Brechó do Casarão – 35,00
Pulseira dourada Brechó do Casarão – 25,00
Minha cisma do momento é a de que sempre falta algo. Hoje achei q faltou um cinto vermelho! hahaha!

A pergunta do título desse post é um pouco capciosa. É claro que as opiniões são divididas e dependem muito do contexto: tem gente que afirma que mulher só se veste pra outra mulher, outros de que nos vestimos para seduzir, para vencer no trabalho e existem até aquelas mulheres que juram que só se vestem pra elas mesmas.

A questão surgiu após o comentário de uma leitora sobre saias longas. Ela escreveu o seguinte:

“Essas saionas q estão usando eu não gosto. por isso não sigo moda. nem sempre a moda deixa a mulher bonita. prefiro usar o que os homens gostam. mulher modista quase nunca é sexy.”

Resolvi escrever esse post para respondê-la como uma forma de reflexão, afinal, fazemos julgamentos o tempo todo e é importante pensarmos sobre o quanto isso pode ou não afetar as nossas escolhas.

Primeiro, eu posso afirmar que sempre me vesti para me destacar de alguma forma das outras pessoas. Imaginem uma pessoa magriiiiiiinha, de aparelho nos dentes e meio tímida? Pois é, era euzinha. Sem atrativos, a forma que eu encontrei de me expressar foi me vestir diferente das outras meninas. Já passei por vários estilos, inclusive punkeira de meia tigela, rs! Ter personalidade ao escolher uma roupa era o diferencial que eu precisava para chamar alguma atenção. E até hoje o é.

Logicamente a grande maioria passa algum recado através do seu jeito de se vestir. Por mais sem sal que a pessoa seja, ela está dizendo “me deixe aqui, na minha”. Mas muitas irão concordar que mulher se veste para outra mulher. Seja para chamar atenção, causar inveja, se diferenciar, ser a mais bonita…quem nunca olhou bem de canto do olho pro sapato escândalo que a amiga tava usando e o desejou secretamente?

Acho um pouco dfícil, inclusive, bater no peito e afirmar que não se segue moda alguma. A gente sempre está inserida em algum grupo social e até no mais despretensioso deles existe alguma informação de moda, sim. Taí as fast fashions que não nos deixam mentir, reproduzindo de forma mais acessível as tendências das passarelas e usadas com gosto por fashionistas e não-fashionistas. Claro que copiar um look inteiro dos editoriais chega a ser demodê, mas curtir moda não é sinônimo de nos aprisionarmos nela. Podemos sim usar uma peça “da moda” mas imprimirmos nela o nosso estilo pessoal, sem maiores traumas. Basta um pouco de ousadia e treino.

Sobre moda não deixar a mulher bonita. Uma mulher não precisa necessariamente andar na moda para estar bonita. Se ela tem classe, estilo e educação, suas atitudes realmente falam muito mais por si. Por isso acho que essa afirmativa é um pouco preconceituosa. Entendo que a indústria nos bombardeia com mil coisas esquisitas. Esquisitas para algumas, mas interessantes para outras. Gostar de moda é saber que dá pra adotar um outro ponto de vista e entender que há várias possibilidades – basta experimentá-las. E respeitá-las, pois há espaço para tudo. Eu me sinto linda, elegante e sofisticada de saia longa. Mas também acredito na descontração e sensualidade da mini saia. Tem gente que não gosta? Sempre vai ter. Para elas, altas doses de paciência e bom humor!

Mulher modista quase nunca é sexy. Sobre essa afirmação, eu vou contar uma história minha: quando eu tinha 23 anos, estava desiludida de um namoro e sem encontrar um cara realmente bacana. Um dia comentei com uma amiga que eu precisava mudar. Que nenhum cara ia namorar uma menina que usava blusa laranja fluo, mini saia pregueada e tênis. Eu estava decidida a mudar meu estilo – não por mim, mas na fantasia de ser aceita por alguém. E, pasmem, foi nesse mesmo dia que eu conheci o meu marido. Ele se apaixonou por mim do jeitinho que eu estava, de cabelo curto e tudo mais, e ainda elogiou o meu look (e minhas pernocas de fora, rs!). Para pensarmos que as mudanças são bem-vindas quando realmente as queremos. Mesmo a Leandra, do Man Repeller, que brinca justamente sobre essa questão dos looks espanta-bofe, tem visuais de deixar qualquer um babando, de tão legais que eles são – e transbordando uma personalidade super atraente.

Vamos repensar para quem estamos nos vestindo? Para a gente ser feliz ou por medo de desagradar os outros?

  • 26 Amaram
Comentários
  1. Angela Brugnola
    03/10/2011 18:00

    Ana simplesmente amei, deu conta do recado perfeitamente bem com esse texto.

  2. Val Bernardo *_*
    03/10/2011 18:05

    Ana adorei o q vc escreveu, se eu tivesse lido esse post na sexta talvez teria me defendido melhor no sabado,ouvi q as pessoas não gostam de blogs pessoais com looks do dia, tem pessoas q nos acham futeis, e que todas fazemos parte de um seguimento e ditadura de moda, ou seja, só pq nos preocupamos em estar arrumadas e bonitas, eu adoro looks do dia,adoro me arrumar é graças a blogs assim q melhorei meu gosto por estampas e tecidos, eu curto seu blog,me inspiro, adoro seus looks e sim eu me arrumo porque passei um tempo sendo rotulada e julgada de roqueira feia, eu me reinventei estou muito bem assim e sei q vc tb está.Bjão

  3. Gabriela Freire
    03/10/2011 18:07

    Clap! Clap! Clap! Não tenho o que dizer.

  4. Camila Gomes
    03/10/2011 18:18

    Certas coisas me assustam, de verdade. Tanto os looks como alguns pensamentos. Engraçado que hoje eu escrevi um post sobre a Leandra, passa um pouco pela discussão que você colocou aqui Ana, você vai ver. E esta questão de ser sexy, acho isso tão relativo né? Meu namorado é super atípico, ele sempre fala que gosta de me ver de blusa e jeans, no maximo um short jeans e uma lingerie mais bacana. Ele prefere a lingerie que a roupa. E também a postura, tem pessoas que tem uma “natureza” sexy, elas são sedutoras até de pijama de frio…

  5. Cláudia
    03/10/2011 18:19

    O importante é se sentir bem e linda… Claro que a gente se importa com a opinião alheia e quer fazer bonito, mas primeiro temos que NOS sentir bonitas.
    Eu sempre digo que nada é proibido pra ninguém… Vestiu e gostou do que viu no espelho? TÁ LINDO \o/
    Bjos Ana

    • Ana Carolina
      03/10/2011 18:24

      Tb acho, Claudia! Tem vezes que uso um look que eu amei que ninguém gostou aqui, mas eu acabo dando de ombros, pois eu me senti linda o dia todo com ele, sabe?

      Beijos!

  6. Ariane.
    03/10/2011 18:32

    Adorei o post reflexão! é assim mesmo, tem vezes que meu namorado não gosta do que ue to usando, vestido longo ele nao curta nada, fica perguntando se eu to indo pra igreja! pois eu nem ligo, se estou me sentindo bem não importa o que ele ou o que as pessoas estao pensando de mim!
    beiijos

  7. Renata Proença
    03/10/2011 18:36

    Olá Ana !!!

    Adorei o post . Eu particularmente , me visto basicamente pra mim . E sou repudiada por algumas amigas por conta disso kkkkkk. Elas dizem que me visto bem demais para certas ocasiões. Mas eu gosto. Pra mim , se vestir é um ato de expressão e de criatividade. Mas as vezes , quando a autoestima está baixa eu coloco uma calça jeans skinny e uma regata mesmo e pasme , recebo várias cantadas ao longo do dia .Eu tenho um amigo que adora mulher que usa vestido mas percebo que a maioria dos homens preferem uma mulher vestida com roupas grudadas e básicas como um bom jeans e uma regata .

  8. Paula
    03/10/2011 18:38

    Eu gosto da moda, mas o que me incomoda nela é o fato de que as pessoas acabam saindo de casa uniformizadas… é o que tá acontecendo com essas saias longas. Não dá, acho uó. Mas isso de vestir pra seduzir, depende muito da personalidade da mulher, né… se ela faz o tipo femme fatale, cujo maior objetivo é parecer sexy 24h por dia, beleza… mas tenho certeza que esse não é o objetivo da maioria das mulheres, pelo menos em 90% dos momentos, exceto, claro, quando vamos sair com o peguete novo ou coisas do tipo, em que o momento *pede* sensualidade. Eu ainda acho que a maioria se veste mesmo é pras outras mulheres sim, até porque homem que é homem não liga pra moda, aliás, quase sempre acha que os itens modísticos são feios, e muito menos sabem sobre grife, designer, marca… bom, os boyzinhos talvez saibam, mas desses quero distância. :D

    • Ana Carolina
      03/10/2011 18:43

      Sabe que meu marido adora alguns estilistas? Eu e ele somos fãs do Ronaldo Fraga! :D

  9. Viviane
    03/10/2011 19:01

    Oi Ana, muito bom seu post!!!! Comprei uma saia longa de oncinha (Marisa), e criei coragem de usar em uma festa de aniversário, apesar de ser um pouco gordinha, me senti muito bem e recebi vários elogios, elogios esses de pessoas que são bemmmmm sinceras kkkkkk, e não teriam problema nenhum em expressar opinião contrária. Seu blog abriu minha mente. E quanto a pergunta do post (no meu caso) a resposta é que sou de Lua, às vezes me visto pra mim, outras vezes para os outros, sem esquecer que o mais importante é se sentir bem e feliz !!!! bjs

  10. Gislaine
    03/10/2011 19:14

    Oii Ana, meu primeiro coments…to amando seu blog hihi. Me identifiquei com esse post, principalmente a parte “já fui punk!! Yeah” hehe já fui tambem. Enfim, pessoalmente moda é criatividade, saber pegar uma ou mais peças do ultimo desfile e colocar pra se usar no dia a dia…isso é o legal da moda, um algo a mais pra gente ousar um pouquinho…se encantar alguém beleza, ótemo, mas senão vale olhar no espelho e nos sentirmos lindas.
    E sobre homens, meu noivo ama meu visual diferente/ousada, e em especial meu vestido de coraçãozinhoo(super lúdico hehe) afinal nem todos os homens adoram ver mulheres de roupa colada e sem originalidade..

    Beijos

    • Gislaine
      03/10/2011 19:17

      haha não respondi a pergunta mas deu pra perceber que me visto pra me sentir feliz e acabo agradando o bofe..

  11. Ana Cosenza
    03/10/2011 19:18

    Ei Ana, você disse que seu marido também curte alguns estilistas. Você é muito sortuda, acho ótimo homens que se importam com a moda. Nos esforçamos tanto para estarmos bonitas, por que eles não deveriam fazer o mesmo, ou pelo menos ter interesse por aquilo que nos encanta?
    Eu não acho que as polêmicas saionas sejam as peças mais lindas do mundo, mas não vejo qualquer relação com “ser sexy” ou não.
    Quando a mulher se sente sexy e segura de si, ela arrasa com qualquer produção! Ser sexy é ser independente para usar o que gosta, não é só ficar presa a decotes e roupas justas, com apelo sensual. Isso me parece uma atitude desesperada de mulheres que não se garantem!
    Se eu me sinto sexy de verdade, então posso sair de terno e gravata, e continuarei me sentindo como tal! Aliás, Chanel lançou essa moda… kkkkk
    Eu amo a moda e me visto para me sentir de bem com ela!
    Beijos

    • Ana Carolina
      03/10/2011 22:47

      Isso mesmo, Aninha. A gente pode ser sensual nos gestos, nas atitudes…independe de roupa :)

  12. Ana Cosenza
    03/10/2011 19:18

    A propósito, você está linda hoje! Parabéns!

  13. Munique
    03/10/2011 19:27

    Olá Ana,
    Esse post está sensacional, me fez pensar em tantas coisas, que se for colocar tudo o que pensei não vai caber … Além do mais acho que você já falou tudo o que eu gostaria de dizer.
    Sempre gostei de saias longas acho que foi por culpa da minha infância (nasci na década de 70). Antes mesmo desse auge todo eu já usava, agora só ficou melhor, pois posso escolher entre tantos modelos que encontro nas lojas… Quem não gostar não usa!!! Não me sinto vítima da moda por usar uma coisa que sempre usei, só porque está mais em evidência.
    Beijos minha querida.

  14. erica
    03/10/2011 19:31

    Desculpa ana, mas o comentário da amiga foi mega periguetesco, mulher que se veste pra homem é garota de programa, sei que vou causar tumulto com isso é o que penso!
    Tá certo que tem aquele dia que agente vai jantar com o namorado/ marido e coloca o melhor vestido e o batom mais delicado, sim, sim.
    Tá certo que as solteiras gostam de sensualizar na balada sim, sim.
    Mas posso falar, mulher que é mulher se veste pra ficar igual aquele editorial que babou, pra ser diferente, pra ter o sapato que ninguém tem e pra si mesma. E claro pras amigues!
    Agora quando eu penso numa criatura que n usa uma peça porque acha que aquilo vai tirar sua sensualidade? Como sensualidade n é só sua saia curta amigue!!! Até um bom perfume pode exalar mais sensualidade do que teu decote. Eu achei mega periguete, mega, eu uso saruel e meu bofe odeia, mas ele ama o cheiro do meu cabelo, ele ama as caras de gato de botas que faço, ele tem que gostar de mim, não das minhas roupas!

    • Ana Carolina
      03/10/2011 22:50

      Erica, eu acho q a moça nem quis dizer de forma pirigótica, só se expressou muito pá-pum! hehe! Deve ser coisas do tipo clog + saruel + oxford + saias longas….coisas que nem todas as mulheres gostam!

      Concordo que não devemos nos vestir só pensando em homem. Imagina que chatisse não seria! :)

      Bjs!

  15. Dorothy Guedes Ferrari
    03/10/2011 19:33

    Vc disse tudo com muita propriedade.
    Eu sei que tenho estilo e visto o que me convém, tanto de acordo com o corpo,qto da idade.
    Mesmo tendo estilo, nao posso dizer, que nao uso moda, dificilmente se compra numa época X, algo que nao seja tendencia. E ao mesmo tempo, nao posso dizer que ando na moda,pq minhas coisas duram…
    Beleza nao é algo absoluto.
    E sempre tem alguém que agrada da gente…rsrs, porém a gente mesma tem que se gostar.
    Tudo pode, desde que nao seja agressivo, nao faça mal aos outros, e isto eu falo em todos os sentidos.
    Acho que devemos sempre,fazer o melhor por nós e pelos outros!
    Beijos!!!

  16. pri
    03/10/2011 19:44

    ana, sou sua fã!
    sabe akela vontade de falar: “p$$%#%a q pariu, c%$#lho, a Ana falou tudo”?
    hahahahahahaha
    foi o q eu falei na hora! meu, total! eu me visto pra mim, pra outras mulheres… e essa da saia foi tudo pq eu ganhei uma saia longa da minha chefe e me senti super feminina com ela… arrankei ate uns suspiros na rua! kkkkkkkkkkkk
    a-do-rei!
    falou tudo!
    bjo amiga qrida
    vi vc la no meu instagran!
    pri

  17. Isis Ceuta
    03/10/2011 19:56

    Sempre que penso nessa pergunta (e tenho pensado bastante nela!), fico recordando de uma frase bem famosinha da propaganda converse: “use a alma do lado de fora”. Por isso sempre penso que me visto para mim! Mesmo quando é para os outros, é para mim! É uma questão de por a alma, mesmo sem querer, mesmo sem saber, do lado de fora…

    Muito obrigada pelo post!

    • Ana Carolina
      03/10/2011 22:45

      Isis, é exatamente isso!! Mesmo quando me visto “para os outros” tem a Ana ali. Tem minha alma, tem a mensagem que eu quero passar. A essência não muda!

  18. Aline
    03/10/2011 20:20

    comentário machista e equivocado! Além das reflexões que você colocou – todas perfeitas – me diz uma coisa: do que os homens gostam afinal (opa, essa rende até minissérie de TV)? Gosto, que é algo tão subjetivo, pode ser generalizado? O que é ser sexy? E por que a moda não pode ser sexy? Eu hein… rs

  19. Catarina Trindade
    03/10/2011 20:28

    Falou e disse, Ana!

  20. Valéria Garcia
    03/10/2011 21:16

    Quem foi mesmo que disse que para agradar um homem basta não vestir nada?

    • Ana Carolina
      03/10/2011 22:45

      Exatamente isso que meu marido pensa! hahahahahaha

  21. Giulia
    03/10/2011 21:36

    O look ta muito legal! Mas acho p&b + vermelho tão manjado, acho que um cinto de outra cor ficaria mais original e bonito!:)

    • Ana Carolina
      03/10/2011 22:09

      boa ideia! pensei em amarelo…. :)

  22. Bia Maia
    03/10/2011 22:00

    Gosto muito dessas discussões. Eu tinha um paquera que falava que era louco por mulher de all star, calça jenas e blusinha branca, que isso pra ele era o máximo e não sabia por que nós mulheres nos preocupávamos tanto com roupa, porque segundo ele, os homens em geral não ligam muito pra isso. Aí eu queria morrer! hahahaha
    Hoje eu penso muito nesse “pra que eu me visto”. Penso em estar adequada à situação, me sentir bem e, por que não, agradar aos outros. Com os meus quase 24 anos e solteira, as vezes vou pra balada com um look mais sexy, pensando em agradar aos homens. Mas também saio as vezes com uma roupa que imagino que vai ser motivo de narizes torcidos. Depende do dia, depende do meu humor.
    Ah, e o mesmo paquera do começo da história falava aquilo mas vivia elogiando minhas saias estampadas de cintura alta nada básicas.
    E acho que quando a gente se agrada, se sente bem, bonita e charmosa, tem muito mais chances de agradar todo o resto.
    Beijos!

  23. Carol Andrade
    03/10/2011 22:01

    Eu achei lindo o look, e acho que um cinto vermelho cairia super bem!!

    beijos

    http://avidadecarolina.blogspot.com

  24. Patrícia
    03/10/2011 22:05

    Sábio texto… parabéns! Look lindo e muito elegante!

    Bjs

  25. livia dias
    03/10/2011 22:09

    qdo li a chamada no twitter fiquei com medo do q ia ler, mas UFA! é isso aí: a gente se veste para parecer com (alguem, um estilo de vida, um ideal de eu) e para se diferenciar de (tudo q se considera negativo, com o qual nao se quer parecer). mas ngm esta imune à moda, pq mesmo q diga odiar, um referencial negativo ainda é um referencial.

  26. Verônica
    03/10/2011 23:06

    Como bombou de comentários este post, né? Por que será? rsrsrsr

    Sabe, fiquei pensando nisto tudo, até nos comentários das leitoras e cheguei à uma conclusão: não existe apenas uma VERÔNICA. Gosto de cada dia ser uma pessoa, mostrar um lado meu… tem dias que quero ser a gostosa, a chique, a roqueira (usei muito coturno esta semana rsrsrsr), a antenada… gosto de me vestir pra mim, pras outras mulheres, para o meu homem… enfim, acho bobagem se prender, se definir! Como dizia sabiamente Lulu Santos: “Vamos nos permitir!”

    bjs querida!

    brechoparaquemechic@bol.com.br

  27. Josi
    03/10/2011 23:24

    Ana, visito seu blog T-O-D-O-S os dias, não somente para ver seus looks, mas porque adoro seu ponto de vista, suas reflexões. Mas não sei o motivo, acho que nunca comentei. Mas hoje depois de ler seu post me senti na obrigação de comentar e aplaudir… Você demonstra que além de muito bom gosto, tem conteúdo!!!!!

    Paarabéns!!!!! Compartilho da sua opinião.

    Um abraço!

  28. Taís Ramson
    04/10/2011 00:07

    A Ana, as vezes tento definir meu estilo, tentar me enquadrar, mas a verdade é que não posso, nunca fui do tipo que frequenta penas um grupo, se veste com as mesmas referências, eu gosto de todos, várias pessoas, vários estilos. Gosto de acordar e sentir, semana passada eu queria que os outros me olhassem e percebessem que sou meiga, ou algo do tipo, queria roupas mais delicadas, hoje tudo que eu queria era um bom salto e uma boa roupa que mostrasse, ESTOU AQUI haha. Ou quando acordo “estou nem ai” e corro pro meu brinco de linha, meu all star haha
    Simples assim, por vários dias tudo que quero é ser invisivel, em outros eu quero mesmo que aquele cara me olhe, e como boa escorpiana procuro as peças que me façam sentir sensual, que me façam segura para olhar para ele, e quando digo sensual não quero um decote exagerado, para mim mãos, costas, ombro, colo aquele batom mais alegre isso reflete o quanto me sinto sensual e garantem um sorriso em meu rosto, acho que isso me faz sensual, me faz atraente haha
    Não sei se expressei bem, mas é assim haha

  29. Letícia Ribeiro
    04/10/2011 01:06

    Adorei, Ana! Muito bem colocado!
    bjs

  30. Aline ( NinA)
    04/10/2011 08:18

    Ana, visito seu blog todos os dias e acredite eu sempre curti coisas da moda, mas sempre achei q nao ficariam bem em mim … e com o blog aprendi que posso usar muitas coisas desde que haja um bom senso. Adoro me vestir e me sentir de bem com meu espelho…acho que toda mulher é sensual em sua essencia…e acho super mega chato quem acha que para ser sensual precisa mostrar as pernas..ou usar um super decote… acho minhas costas e ombros muito mais sensuais… e quanto a saia, gente nao existe algo mais sensual do que saia longa…ela da um ar de misterio..um gostinho de quero mais quero saber o que tem ali de baixo…acho muito mais interessante do que sair por ai mostrando tudo. Achei esta sua reflexao muitooo bacana e por estas e outras que estou sempre aqui!!! Parabéns pela postagem..foi 10!

  31. Drê
    04/10/2011 08:23

    Sempre “causo” com as minhas produções. Não sou básica, nunca fui. Mas durante muito tempo não me expressei dessa forma: família muito convencional, do tipo que um esmalte verde já seria o fim do mundo! Aos poucos, fui me libertando e hoje posso dizer que sou quem eu sou.
    90% dos meu colegas de trabalho, usam jeans. Mas preciso estar sempre entre os 90%? Muita gente se veste apenas pra não sair pelado na rua. Mas vestir pra mim é expressão. Uma das coisas que mais ouço por aí “ah, como eu queria ter coragem de vestir essa peça que você está usando hoje” e daí eu penso: ei, como assim? Você está esperando o quê?

    Ana, tenho muito carinho por você!

    • Ana Carolina
      04/10/2011 10:13

      Oi Drê! Concordo com o que disse quanto a não seguir o que a maioria segue por comodismo ou convenção. Aí um belo dia a pessoa vai perceber que perdeu muito tempo “criando coragem”.

      Beijos!

  32. Eve
    04/10/2011 09:07

    Tem dias que gostaria de não ter que expressar nada, não queria que olhassem pra mim procurando referências, nada. Aí tem dias que eu fico imaginando o que vou vestir no outro dia, combinar tal e tal coisas. Então acho que varia essa coisa de pra quem a gente se veste. E essa de achar que homem não gosta de roupa é subestimar os coitados. Quem mora num lugar mais frio, como aqui no RS, sabe que se pode estar supervestida e ainda assim sensualizar. Hhahaha

  33. Ane
    04/10/2011 09:39

    Acho totalmente equivocado dizer que saia longa não é sexy. Comprei uma saia longa tempos atras e toda vez que uso meu marido rasga elogios, diz que é extremamente sedutor, chegou a dizer que é a roupa mais sexy que tenho. Acho que é bem por aí, justamente por ter esse “Q” de misterio é que deixa a pessa carregada de sensualidade, lógico que depende muito de como vc vai compor o look, pra não ficar com cara de maria mijona tbem rss.

  34. Tati
    04/10/2011 09:40

    Oi, Ana. Acho voce bem democrática e ponderada nos seus comentários. Não se deixa abater pelas críticas e as retruca de maneira bem elegante. Acho isso admirável. Parabéns!

    Quanto à saia longa não ser sexy, sabe que nunca prei p/ pensar nisso? Só a saia ainda não comprei, porque não achei uma lisa que me agradasse (a pessoa aqui tem corpo tipo ‘pêra’, mais de 1 m de quadril, e, por isso, não se dá o luxo de usar uma peça grande embaixo toda estampada). Sempre amei vestidos longos. Pra mim, sempre estão na moda pois são frescos, confortáveis e me sinto arrumada e bonita.

  35. Andaira Fonseca
    04/10/2011 10:05

    Ana, adorei o texto!!
    E a roupa, claaaaaro!

    Queria saber de essa calça da C&A é da coleção atual!

    Bjinhos

    • Ana Carolina
      04/10/2011 10:07

      foi da coleção da Gisele Bundchen, a primeira! bjs

  36. Vanessa Bolzan
    04/10/2011 10:30

    Oi Ana! Adorei seu post! Sinceramente, cheguei num ponto da minha vida, que me visto muito mais para mim do que para os outros… adoro moda, mas nem sempre sigo… aliás, eu sigo a moda do que fica bem para mim e é isso que me importa! Adoro vestidos e saias longas, acho que são elegantérrimos e podem ser sensuais sim! Mas também acredito na sensualidade da mini saia (sem vulgaridade), acho que hoje em dia, na moda, tudo depende de quem usa e de como se usa!
    Não gosto dessa ideia de ter que ser sempre sensual para chamar a atenção de homem, gosto da ideia de usar uma roupa e imprimir nela sua personalidade… às vezes queremos tanto chamar atenção e não conseguimos… o que somos (como pessoa) se sobressai ao que vestimos, com certeza!

    Beijos!

  37. Consuelo
    04/10/2011 10:35

    Acho que sua última frase resume tudo: a gente deve se vestir para se sentir feliz. Esse sentir-se feliz pode ser agradar a vc mesma, agradar ao seu homem ou mostrar a uma outra mulher o quanto vc é poderosa. Sentimentos são assim, nem sempre inofensivos, mas eu acredito em vivê-los intensamente. Só acho que a gente deve equilibrar esses sentimentos. Quem se veste só e sempre para os outros talvez precise olhar um pouco mais para si mesma. E quem se veste só pra si, sem ligar para ninguém, talvez precise interagir mais. Acredito que a roupa deve ser capaz de nos iluminar se estivermos um pouco apagadinhas e nos tornar reluzentes quando já estamos alegres. E, é claro, deve ser aquela roupa que, quando a gente vê na vitrine, nossas amigas dizem: é a sua cara!
    Ah, o look de hj ficou lindo em vc. Como quase tudo que vc usa.

  38. maiana
    04/10/2011 10:35

    oi Ana,

    adoro os seus posts!!!

    Bjkas

    Maiana

  39. Val bernardo *_*
    04/10/2011 11:48

    Ana ta rendendo este post né, não canso de le-lo,ah queria ressaltar q adoro seus achados de lojas de departamento costuma ser meus preferidos.
    bj

  40. Rosí
    04/10/2011 12:08

    Concordo plenamente, com seu post. Adoro saias e vestidos longos, mesmo tendo 1,56. Penso, que se vestir bem é um conjunto de soluções que você encontra. Vestir-se bem, significa sentir-se bem – ter comportamento, atitude, postura e educação e bom senso, para consigo e com os outros.
    Gosto muito do seu blog e da sua postura. Você é sexy e elegante – como a maioria das suas leitoras….(beijinhos).

  41. Emilia
    04/10/2011 13:38

    Ahahahaha, super apropriado o post, Ana. Eu tenho um amigo (gay) que um dia me disse: você é estilosa! Quem gosta de estilosa é gay, homem gosta de calça da Gang ahahahaha.
    Pode ser que seja verdade. Paciência. vou continuar sendo ‘estilosa’… se é que sou mesmo.
    Concordo com vc, acho que sim, a gente passa uma imagem quando se veste, mas também se veste pra gente mesma, né? Porque vestir só o que os outros querem/acham que é bom, e se odiar ao olhar no espelho deve ser MUITO chato!
    bjs

  42. PsLaudicéiaBas
    04/10/2011 14:05

    Nossa adorei o post…
    E digo mais eu por exemplo me visto em primeiro lugar pra mim, sou vaidosa e gosto de me arrumar, e em segundo pra todos porque acho que quando sair na rua não quero que fulano me olhe mais quero estar pronta pra que qualquer pessoa me veja e se gostar bom se não problema da pessoa como eu disse em primeiro lugar eu!!!

  43. Juliana Barretto
    04/10/2011 14:20

    Ana, eu amei o que você escreveu.
    :)

  44. Paola Fabeni
    04/10/2011 15:05

    Muito bom esse post reflexão, Ana!
    Gostaria de comentar várias coisas, e expressar minha opinião sobre cada ponto desse que você abordou, mas, com certeza eu escreveria um texto enorme! Então, vou falar somente desse último ponto, que é o que mais me chocou no comentário que vc colou no post.
    Discordo totalmente da leitora, que afirma que mulher para ser sexy não pode ser “modista” (primeiro que não gosto dessa palavra, “modista” acho que moda hoje é uma coisa relativa. Moda é como uma bussola, que indica uma direção, e você segue se quiser e como quiser, dentro do seu próprio estilo!) bom, voltando à questão do ser sexy ou não. Acho que isso é totalmente relativo. Não tem MUITA mulher que acha os meninos nerd sexy?? Então, tem muito homem que acha mulher com estilo super sexy, estando ela com um micro vestido, ou tampada dos pés a cabeça! Isso depende de cada homem, depende do gosto do homem, do tato que ele tem para moda e elegância!
    Um exemplo bem prático sobre isso é a calça boyfriend. Uma peça tão masculina, toda soltinha e tal, mas meu namorado adora e já me falou que acha sexy! Ele até me pede para por calça boyfriend! ELE gosta, ELE acha sexy, não é uma regra geral, mas prova que nem todo homem gosta sempre o visual pirigueti, do look sexy-vulgar.

    Beijos, Paola
    http://universodapaola.wordpress.com/

  45. Juliana
    04/10/2011 16:24

    Olha Ana, acho essa questão muito relativa, eu por exemplo acho as saias longas lindas e elegantes, mas não usaria porque sou muito baixinha, acho que não ficaria bem em mim…Independente de moda, acho importante nos vestirmos para nós mesmas, algo que nos deixe confiantes, confortáveis e tal…claro, tendo noção e coerencia…rsrsrsrsrs
    Essa menina que fez esse comentário tem cara de que só anda de vestido bandage, topete, maquiada com olho de panda invertido e batom snob kkkkkkkkkkkk ahh e o meia pata…
    Adoro seu blog Ana, te acho linda e super estilosa…e sexy tbm ! E aposto que seu boy ama esse seu jeitinho !!
    E viva as diferenças !
    Beijos nas amigas !

  46. Jacqueline
    04/10/2011 16:44

    Olá Ana!!!

    Vou aproveitar q a timidez deu uma trégua por aqui para me expressar. Acho q nada é mais sexy e mais bonito do que ver uma mulher realmente de bem com a vida. Admito que não tenho a sua criatividade (sou do grupo do jeans e camiseta branca), mas sei que se sentir bem pode ser o detalhe entre estar bonita, sexy e outros adjetivos ou estar só vestida.

    Abraços,

    Jackie

  47. Heloisa Lopes
    04/10/2011 16:59

    Oi Ana, que comentário infeliz dessa moça!!! Pra mim quem pensa dessa forma ainda não entendeu direito o papel que a moda deve ter na nossa vida. Parafraseando a leitora Paola que comentou acima, a moda é uma bússola, indica a direção, e só a seguimos se quisermos! Eu, por exemplo, tento manter a cabeça aberta quando surge alguma nova tendência, mas se não gosto, não gosto e pronto. Nunca gostei de calça saruel, calça cenoura, color blocking me irrita e odeio sandálias plataforma com todas as minhas forças. No entanto, me apaixonei pelo oxford, saias longas, lenços no pescoço, total white….a gente tem que usar o que gosta e sentir-se bem, apropriar-se apenas das tendências que funcionam pra nós. O que não funciona, paciência, deixemos que os outros se divirtam! Eu acho que a moda nunca foi tão democrática quanto hoje!

    beijos

    • Ana Carolina
      04/10/2011 17:10

      Helo, também acho! A moda dá as direções, não quer dizer que todo mundo vai aderir. Personalidade não é somente escolher qual caminho vc quer seguir, mas se vestir consciente das suas escolhas.

      Beijão!

  48. Isabel Pacheco
    04/10/2011 17:16

    Lá em um inverno dos anos 80, quando a saia longa esteve na moda, eu fui linda e inesquecivelmente bem seduzida. Eu recebi um texto – em papel – que falava da minha saia longa inebriante pra lá, do movimento de uma onda da saia pra cá.
    Se eu estivesse de mini, o texto falaria dela. De vestido, falaria dele. Ou seja, a questão começa pelo visual, mas lá no fundo, ela é bem outra, não é mesmo? ;)

    • Ana Carolina
      04/10/2011 17:37

      Com certeza, Isabel! Linda a sua observação. :)

    • Emilia
      04/10/2011 23:14

      Super me identifiquei com essa história, Isabel. Eu tenho até hoje uma saia indiana longa que eu usei até cansar na época da faculdade. Ela é de tecido pesado, tipo um chiffon, tem um caimento lindo. Eu a usava simplesmente com uma camiseta branca e, sei lá o que no pé, acho que sapatilhas, nem lembro mais. Mais tarde fiquei sabendo que eu tinha uma legião de fãs – até hoje eles falam da minha saia. Hoje sei que parte do frisson é porque a saia era meio transparente – não tinha forro! – e eu usava sem me dar conta, na maior inocência (juro! o dia que eu vi o quanto era transparente fiquei com vergonha e mandei botar um forro ahahaha). E várias vezes já fui elogiada ao usá-la: causa um efeito diferente. Então… não tem regra, né gente? O que importa é a gente se sentir lindona e confiante!!! :D

  49. Lívia
    04/10/2011 18:42

    Ana,
    eu conheci meu noivo usando camiseta branca e havaianas! Moda é transmitir seu estilo e personalidade. Adorei seu post!
    beijos

  50. Cíntia
    04/10/2011 20:32

    Adoro quando você escreve posts assim! Fico com a mesma sensação da maioria das leitoras aí em cima, “Caramba, alguém me entende!”

    Até os vinte e poucos anos, eu também me vestia pra eles. Detestava ser magra, detestava me sentir sem sal. Até que eu passei a aceitar e valorizar meu corpo do jeito que ele é nos meus looks, com mais sutileza, elegância e delicadeza. Hoje eu só me visto pra uma pessoa – aquela no espelho – e nunca fui tão cantada e elogiada!

    Bjos!

    • Ana Carolina
      04/10/2011 21:25

      “hoje eu só me visto para uma pessoa – aquela do espelho”. Cíntia, suas palavras me emocionaram!!!

  51. Sabrina
    04/10/2011 22:04

    Ana,
    me identifiquei com seu post. Eu não sou o tipo gostosa. Pelo contrário, não tenho peito e nem bunda. Quando entrei na faculdade, resolvi mudar totalmente. Cortei o cabelo bem curtinho e resolvi vestir o que quisesse. E sabe o que aconteceu? Aprendi muito. Aprendi a entender o meu corpo e a entender o que cai bem e me deixa feliz. Já tentei usar roupas “mais femininas” e sapatos de salto, mas quer saber? Não sou eu. Se entender e se descobrir é a melhor forma de entender o que te veste melhor. Tá parecendo auto-ajuda, né? Anyways… Achei engraçado o trecho do comentário que você colocou. Coincidentemente escrevi um post sobre como usar saia longa sem ficar com cara de senhora. Aqui na loja muitas mulheres reclamavam que ficavam com cara de mais velha. É… moda é uma coisa, se sentir bem e bonita é outra (independente se a referência é a passarela ou a rua). Just a thought.
    http://www.eusoureal.com.br/saia-longa-como-usar/

  52. Lih Pluft
    05/10/2011 14:26

    Sou baixinha e só nao uso saia longa pq ainda n achei uma legal, do jeito que eu quero.

    E essa calça? Coisa mais linda!
    :D

    Muito bom o post. Gostei.

  53. Luana
    05/10/2011 18:22

    “Garotas não se vestem para garotos. Elas se vestem para si mesmas, e claro, para outras garotas. Se garotas se vestissem para os garotos, elas simplesmente andariam por aí peladas o tempo todo.” – Betsey Johnson

    Sou dessas =)

  54. Adrielma
    06/10/2011 11:00

    Olá Ana, nunca havia comentado seu blog desde do tempo que eu o encontrei. Sempre olhava os looks,apreciava e tentava de alguma forma trazer algo deles para meu estilo. Hoje resolvi comentar por que gostei muito do que você escreveu, faço ciências sociais e concordo com o que você escreveu. Todos nós fazemos parte de um grupo social, sejam aqueles titulados de rip,”patricinhas”, “lagardo”,etc. A questão é que todos nós de alguma forma, seguimos alguma tendência da moda, por que ela nos permite esta diversidade, de estilos.
    Em relação ao ao comentário que te fez escrever este post, acho que esta menina deveria avaliar os gostos dela e procurar roupas que ela se sinta bem,mesmo que estas não estejam por toda parte.

    • Ana Carolina
      07/10/2011 14:59

      é esse aí o espírito da coisa, Adirelma. A moda faz, quer a gente queira ou não, parte de alguma forma na nossa vida. Beijocas!

  55. Fátima
    08/10/2011 18:40

    Oi Ana, adorei seu texto, e só posso dizer que saia longa é sexy sim, é femininíssima, e essa pessoa que escreveu isso não entende nada, pois quem disse que para ser sexy é preciso sair mostrando tudo, de microssaia? Bjos.

  56. dionea
    11/10/2011 00:12

    Concordo com a Fátima. Aliás, quando saio de saia longa sempre recebo mais olhares masculinos…

  57. Nem Secos
    14/10/2011 00:04

    Oi Ana, dá uma ouvida na música “Ela Cortou Curtinho” do Grupo Nem Secos, que fala da ditadura da moda e sobre cada um poder ser como quer:

    http://www.myspace.com/nemsecos/music/songs/ela-cortou-curtinho-84352577

    Valeu, um abração!

  58. Marlene
    15/12/2011 13:46

    Ana,
    Amei este post (entre tantos outros!). Mulheres modernas, seguras de si e conscientes daquilo que vestem/usam não espantam bofes, pelo menos não espantam os bofes bapho, aqueles que nos olham de verdade, sem preconceitos, sem esperar uma barbie que a tudo diz “sim, senhor”. Graças a mulheres como você descobri em mim essa segurança, essa beleza que é antes de tudo minha minha, pra mim em primeiro lugar. Se não gostarem paciência e se gostarem é por que me enxergaram de fato (e aí bofes, podem chegar…) Beijo grande, saúde, (mais) sucesso, dias e dias alegres e iluminados. Marlene.

  59. gisele lopes
    16/04/2012 19:05

    Olá Ana Carolina, descobri seu blog a pouco tempo, e está entre os meus favoritos. Achei interessante comentar o post. Bom, Eu acho o máximo essa história de “mulheres modistas” não parecerem sexys. Por que sinceramente, o sexy demasiado, vulgar, é agressivo, eu dedesto. Deteriora a imagem feminina. Boba são aquelas que acham que arrasam nesse estilo. Já ouvi amigo meu dizer que mulher assim é só para(…) imaginem as piores coisas, rsrsr. Mulheres piriguetes despertam nos homens seus instintos carnais, só isso… Mas uma bela mulher, bem vestida, elegante, desperta sua atenção, sua curiosidade. Eu gosto muito de saias longas e viva a moda mais feminina e discreta.

  60. Suelen Freire
    19/06/2012 15:49

    Amei o seu blog!!! De todos os que eu tenho lido, este foi o blog com o qual eu mais me identifiquei!!!
    Eu tenho uma vida corrida e um estilo beeeeeem básico… Gosto muito de rock, amo um all star e acessórios de caveira. Gostaria de ler um post sobre incluir este modelo de tenis em produções para o dia e para a noite, como combinar com vestidos, etc.

  61. Ellen Augusta
    05/07/2012 17:59

    Se vestir para homem e usar o que eles gostam? HUmm, homem não liga para nada disso. Meu marido tem opiniões bem diferentes do que eu tinha quando era solteira e achava que os homens deliram com nossas roupas. Confesso que hoje ouço muito a opinião do meu marido (por que é sensata e é a opinião dele) e ele gosta de moda e de mulher bem vestida, mas vestir o que os homens gostam é bobagem, pois a maioria não liga para nada.
    O vestir e a moda são caprichos mais femininos, embora homens também gostem; tenho visto muita mulher ‘da moda’ mal vestida, mas algumas muito bem, dentro de seu estilo. Não podemos generalizar. Há as mulheres estilo pin up, há as mais formais, há todo tipo. Acho interessante isso de se vestir para outras mulheres, talvez seja isso também. O Brasil se preocupa muito com o que os outros pensam, em outros países nem sempre há essa preocupação, então não há regra. Me visto conforme me dá na telha e amo roupas de brechó. Uma maneira que encontrei de comprar sempre, ajudando os animais (só compro em brechó beneficente pelos animais, por escolha), e ser ecológica, pois amo roupa e moda. A moda é a gente q faz, embora seja tão clichê, é a mais pura realidade. Um recado à leitora, não se vista para os outros, especialmente para quem nem liga. Pense em si mesma, no conforto, na praticidade e na elegância. A educação é a primeira forma de elegância. E todos reparam, incluindo os homens. (se a dona do blog quiser responder no meu e-mail, aguardo, bjs…)

  62. Mariane
    11/07/2012 15:09

    Tem coisa mais bonita e sexy do que uma mulher que se sente bem e está em paz com ela? Os homens tb tem sexta sentido! Percebem isso, mesmo sem se dar conta. E aí vem aquele “Não sei pq, vc me chamou atenção”…. Acredito mto nisso, então, até um pijama e tenis pra descer na mercearia pode ser sexy, estar na moda, e/ou te deixar bonita…

  63. Virginia Machado
    27/07/2012 10:52

    Não pude deixar de comentar esse post que gerou polêmica, até porque não sei ser não-polêmica.
    Eu tenho 18 anos, e já passei por experiências visuais de todos os tipos (já fui emo, ja usei só suplex e coisas de piriguete, ja fui meio largadona), e hoje eu percebo que gosto do jeito que me visto, e gosto de ver o que está na moda, e adoro isso. Adoro escolher peças que me valorizem, que me diferenciam das outras pessoas, acho que a moda é isso, é a gente se destacar, sair da mesmice da “calça jeans e blusa branca”, é mostrar um pouquinho da personalidade da gente só com o que se veste.
    Confesso que já me vesti pra parecer mais atraente, todas nós fazemos isso, mas isso não quer dizer que preciso ser vulgar ou “não vou usar uma peça porque está na moda”. gente, tem coisa mais clichê do que alguém dizer que não segue moda? O fato das pessoas se vestirem já é moda! A moda é o dia-a-dia, alguém pensou naquilo que você ta usando, mesmo que isso tenha sido a 10 anos atrás. Acho preconceituoso dizer que mulher pra ser sexy não segue moda, as mulheres mais sexy’s que ja vi por aí estavam muito bem vestidas, sem precisar de um decote chamativo ou algo que os homens precisem cair em cima. Não existe coisa mais atraente para um homem do que uma mulher que só mostra o quanto é elegante.

  64. Liliane Nascimento
    11/09/2012 18:08

    Comentário bem atrasado mas não poderia deixar de expressar minha opinião. Moro numa cidade do interior baiano e por aqui o sol e o calor é uma constante justificando as peças mais curtas e justas que boa parte das pessoas usam, no entanto quase sempre vou de encontro por que nunca gostei de roupas demasiado curtas ou justas nem quando atrair a atenção masculina era um dos meus principais objetivos. Aos 23 anos estava tentando recuperar-me de uma separação quando uma amiga após muito insistir convenceu-me a acompanhá- la em uma festa de rua. Fiquei sem saber o que vestir na dúvida optei por uma calça bege, uma blusa de gola alta e salto. Caprichei na make e senti=me tão bem que acho isso acabou sendo transmitido a alguns amigos dela que encontramos. Nessa festa haviam garotas da cabeça aos pés usando peças que eram moda na época nem assim senti-me menos atraente. Dancei. dei muita risada. Por um momento esqueci de todos os problemas que afligiam-me. Dias depois essa amiga comentou que um dos amigos dela ( o mais bonito) havia ficado encantado comigo chegou a dizer que eu estava parecendo uma modelo com a roupa que estava usando. Fiquei surpresa com isso ao que ela afirmou de ele preferir uma mulher de atitude e cuja roupa expressa parte de quem ela é àquela que só exiba o corpo e nada mais tenha a oferecer.
    Nunca mais esqueci disso e aprendi a vestir-me para sentir-me bem. Já usei saia longa quando a mesma ainda não era moda e isso em uma festa onde boa parte das mulheres usavam skinnys justissimas com blusas mega decotadas e botas com salto agulha e nem por isso não fui cantada ou olhada pelos homens um inclusive não sossegou enquanto não conversei com ele. O que contou aí: a roupa usada ou a atitude quem estava nela?
    Sensualidade é muito relativo? Há quem goste de ver mulheres quase nuas mas que no entanto não as leva a sério e afirmam de serem o tipo só para… Afinal que imagem estão passando? E há os que preferem uma mulher mais coberta devido o mistério do que há por debaixo dos panos. Meu marido é desses e ele fica alucinado quando visto uma roupa mais reca- tada e ouso na lingérie.