Minha participação no Fashion Revolution Salvador!

Começa hoje a semana do Fashion Revolution Day, que é um movimento criado por um conselho global de líderes da indústria da moda sustentável, ativistas, imprensa e acadêmicos que se uniram depois do desabamento do edifício Rana Plaza em Bangladesh no dia 24 de abril de 2013 deixando mais de 1.133 mortos e 2.500 feridos.

A campanha surgiu com os objetivos de: aumentar a conscientização sobre o verdadeiro custo da moda e seu impacto em todas as fases do processo de produção e consumo; mostrar ao mundo que a mudança é possível através da celebração dos envolvidos na criação de um futuro mais sustentável; criar conexões e trabalhar rumo à mudanças de longo prazo, exigindo transparência na indústria e nos negócios.

Em 2017, a Fashion Revolution Week Salvador acontece de 26 a 29 de abril, no Lalá Multiespaço e Ateliê Lull, ambos no Rio Vermelho e eu sou uma das profissionais convidadas para participar dos debates e da programação! 🙂

Ana Soares

“Salvador tem presença crescente de megalojas de departamento, bem como vem vendo os tradicionais ofícios de costura perderem seu valor. A cidade acompanha a tendência de crescimento do número de brechós, possui cursos de design de moda e uma cena de marcas locais, com visibilidade principalmente em feiras que ocupam praças públicas no período da primavera e verão. Ao mesmo tempo, a cidade está aberta para iniciativas que pautem as questões éticas e sustentáveis na moda. A ideia é trazer um pouco de reflexão sobre os temas de sustentabilidade e consumo consciente para a moda com brechós, bate-papos e oficinas.” Texto do Justamoda.co

No dia 28 de abril, das 9h às 12h, no Lalá Multiespaço, vai rolar um encontro com blogueiras de moda para discutirmos o nosso papel como disseminadoras  dessas informações.

No dia 29 de abril, sábado, no Lalá, das 9h às 12h, estarei ao lado de Marina Colerato (Modefica / SP), Kiko Kislanky e Zé Pimenta (Euzaria) e André Campos (ONG Repórter Brasil / SP), para o Bate papo Faça Algo! Caminhos para uma moda diferente, que será aberto ao público.

Estão todos convidados, vai ser muito transformador e eu estou mega honrada de fazer parte e contribuir para essa revolução na moda!

card02-programação-geral

Mais informações das oficinas e programação no Justamoda.co

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

A decoração do meu home office!

chave-home-office

Há quatro anos eu optei trabalhar em esquema home office em tempo integral. Pouco antes eu tinha um emprego de meio período, chegava em casa e continuava trabalhando, mas não estava feliz, queria e precisava dedicar mais tempo à nova profissão que abracei.

Trabalhar de casa não é tão simples assim. Requer disciplina (tenho pouca), organização (tentando melhorar) e paciência, já que é comum acharem que seus horários são livres só porque você está em casa tempo integral. Eu sempre odiei a rotina de sair para cumprir um horário, me sentia deslocada e estranha por não me adaptar. No começo desse esquema em casa, eu sofri muito: me sentia deprê por não conseguir sair de dentro de casa por semanas e de não ter mais colegas de trabalho para encontrar e trocar ideia.

Ao longo dos anos eu fui acertando tudo e hoje tenho uma rotina, que inclui também sair e aproveitar o dia, encontrar amigos para um chopp, adoro fazer meu horário. Apesar de ter a sala decorada, eu não conseguia visualizar nada de criativo para o meu escritório, e trabalhar olhando pra uma parede branca, com caixas espalhadas pelo chão, não é lá muito inspirador nem muito prático.

A tristeza que era antes:

escritorio-antes

A Carol Dias, que é a designer de interiores que acompanha o blog há anos e chegou aqui por conta desse post, propôs para este espaço um serviço que ela oferece, o Vamos juntos: além de ter um valor super acessível, a Carol apresenta em 3 encontros uma ideia de projeto, uma lista de compras com o tamanho de tudo, medidas, cores e onde encontrar, além de dar uma ajuda extra na hora da decoração!

home-office-hoje-vou-assim-off-4
Fingindo que estou mostrando algo só pra ficarmos fofas na foto <3

Ela me ajudou também na decor da minha sala, que já teve post recheado de fotos.

O PROJETO

Funcionou assim: ela veio, conheceu o espaço e o que eu tinha. Eu já tinha uma ideia do que queria e do que eu não gosto (por exemplo, odeio clichês e adoro geométricos), entendeu o meu estilo de vida, fotografou tudo e depois me mandou um questionário para eu responder e guiá-la no processo, além de um exercício de referências visuais.

Eu queria aproveitar o máximo de elementos que eu já tinha, para não gastar muito, e a sorte é que a Carol adorou os elementos desse quarto, como a estante de madeira, a cadeira que ganhei de um site de móveis, o pôster de uma exposição e a mesinha lateral que foi da minha avó.

Como o quarto onde trabalho é integrado à sala e é pequeno, eu não queria entulhar de coisas, pretendia aproveitar o máximo de objetos que eu já tinha para não gastar muito.

Quando a Carol apresentou o projeto, eu quase morri de alegria! Achei elegante e com uma cara de escritório que fica em casa! Gostei também da sobriedade, já que a minha sala é beeeem colorida e eu não queria ter minha atenção dispersada com muitas cores. ADOREI de cara!

IMG_0881

Ana - home office - planta

Antigamente eu trabalhava virada para a parede e achei certeira a sugestão da Carol de deslocar a mesa para perto da janela, aproveitando a ótima vista lateral que eu tenho. Gostei de ver também que deu para aproveitar o que eu já tinha, deixando o projeto bem mais em conta!

As prateleiras serviriam como apoio para meus gatinhos subirem e apreciarem a vista comigo. 🙂 Mas como eles se viraram e sobem sem ajuda de nada, pela mesa, não instalamos elas, nem as frases.

Agora eu vou mostrar o resultado final e contar na sequência como foi o processo. Aí está, o ambiente prontooooooooooooooooooooo! 😀

home-office-hoje-vou-assim-off-12

Não ficou lindo meu escritório? Eu nem acreditei que deu até pra aproveitar a mesinha da vovó!! <3

home-office-hoje-vou-assim-off-3

home-office-hoje-vou-assim-off-1

O pôster que ganhei numa exposição de fotos do Karl Lagerfeld em SP e emoldurei baratinho numa vidraçaria na Glória <3

home-office-hoje-vou-assim-off-14

Feliz da vida porque agora eu realmente me sinto numa estação de trabalho, mas sem perder o ar aconchegante de uma casinha <3 Fez muita, mas muita diferença trabalhar próxima à janela, podendo contemplar a vista, o céu. Deu um salto de bem estar e leveza que se refletem hoje na minha escrita.

home-office-hoje-vou-assim-off-5

o processo

Com a lista detalhada em mãos, iniciei pela pintura. Eu queria algo diferente para o quarto, mas não conseguia pensar num elemento, por isso achei genial o movimento que o desenho geométrico traria.

A cadeira que eu uso estava toda grudenta de algo que foi passado nela, e eu queria jogá-la fora. Até a sua revitalização com tira grude foi uma dica preciosa da Carol! Depois troquei a mesa pesada e antiga por um cavalete com tampo de vidro para trazer mais leveza pro espaço.

Mandei emoldurar os pôsteres que eu já tinha, mandei fazer a persiana (o item mais caro, junto com a mesa!), mudamos os objetos de lugar e, por último, os objetos decorativos que faltavam, como os hangers, as plantas e alguns acessórios. Foi bem fácil procurar por eles com a lista em mãos e com a orientação e suporte da Carol.

A mão de obra ficou por nossa conta, seguindo as orientações da Carol, que veio para finalizar a decoração.

home-office-hoje-vou-assim-off-6

DETALHES DA DECORAÇÃO

Mesmo depois de tudo, eu ainda sentia falta de algo para distribuir mais os livros e deixar a estante livre para decorar, só que eu não queria gastar muito mais. Aí vi numa loja umas estantes feitas com caixote de feira, esses de plástico coloridos. Mostrei a ideia pra Carol e ela sugeriu que eles fossem pregadas na parede, fazendo as vezes de prateleiras:

caixote-feira

Compramos os caixotes na CADEG, cada um custou R$25 reais, meu marido fez quatro furos na parede para afixá-los e pronto. Foi uma alternativa super em conta, que desafogou a estante que troquei por pontos na Meu Móvel de Madeira (ou seja, só custou o frete), não ocuparam espaço e ainda por cima fizeram um link ótimo com a cor da parede!

A Carol quem deu os detalhes decorativos nos livros, fez uma super diferença colocar uma parte deitada e outra em pé, criou um movimento bacana pro visual da estante. Na parte de baixo, outro caixote, mas esse pra guardar meu material de cores e esconder a bagunça nele.

home-office-hoje-vou-assim-off-8

estante-1

Esse vaso de vidro era de loja de 1,99, estava sub aproveitado há anos; nunca imaginei que renderia um ótimo vasinho de planta!

home-office-hoje-vou-assim-off-7

Voltando pra estação de trabalho, a luminária e a mesa são da Tok & Stok, o vasinho eu já tinha e aproveitamos uma tampinha de embalagem pra guardar miudezas como pen drive e post its.

home-office-hoje-vou-assim-off-10

Os hangers também ficaram perfeitos: pendurar as plantas foi uma ótima solução para deixar a área livre e ainda ficou tudo mais charmoso. Encomendei os meus no Faia Estúdio (que veio com uma cartinha linda, ela era leitora antiga do blog!) e as plantas eu comprei numa chácara na Muda (Rua Conde de Bonfim, 910), perfeitas para ambientes fechados pois precisam ser regadas só duas vezes na semana.

hangers-home-office

Como eu gosto de uma cervejinha, usamos uma das garrafas para animar mais ainda o decor, assim como os outros badulaques que eu já tinha, os porta lápis e etc:

home-office-hoje-vou-assim-off-9

Não é impossível ter alguém ajudando, nem precisa gastar muito. Eu já tinha objetos bacanas, mas não fazia ideia de como colocá-los no espaço. Eu jamais imaginaria a mesa perto da janela, por exemplo! Meu home office é a prova que é possível termos ambientes com a nossa cara, sem seguir modismos, sem gastar muito, adaptando o que temos e que nada disso é fora das nossas possibilidades.

Tem feito uma super diferença para os meus dias trabalhar aqui. <3

home-office-hoje-vou-assim-off-11
Fotos: Denise Ricardo

Para conhecer mais projetos e os serviços da Carol, entre no site dela 🙂

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Fotos e preços da segunda coleção da Joulik com a C&A

A Joulik, das irmãs Karen e Katiúscia Moraes, fazem das peças bordadas à mão sua marca registrada, tudo com muito bom humor e uma pitada rock, mostrando que brilho também é pra ser usado de dia. Estive recentemente visitando a loja da grife e as peças originais têm um custo elevado (média de R$2mil a R$3mil) por conta do trabalho primoroso, o que torna a sua segunda parceria com a C&A uma ótima oportunidade para as fãs de brilho se realizarem com peças que fogem do lugar comum.

A primeira parceria (post aqui), no ano passado, foi marcada por camisetas com frases e desenhos mais joviais, algumas poucas peças inteiramente bordadas (uma jaqueta e uma saia) e uma jaqueta jeans que virou hit mas quase ninguém avistou nas lojas e site. Foi uma das coleções que eu mais gostei, bem executada, com peças que realmente têm a ver com a marca e com uma proposta diferente do que presenciamos nas collections monótonas anteriores da rede.

Pelo que eu entendi, a primeira foi pra desenvolver uma linha pra parte da Clock House, por isso era mais divertida e com menos opções. Dessa vez a Joulik entra no esquema Collection, com uma variedade maior de itens e, para nossa alegria, muitas e muitas peças bordadas, como blusas, tricôs, jeans e as famosas legging e jaquetas inteiras de paetês!!

Confiram as fotos e preços abaixo:

C&A_JOULIK_7929_FINAL_RGB
Blusa R$149,99 e pochete/bolsa R$169,99

De acordo com o release, “para essa parceria, os produtos chegam com um toque especial. O jeans segue firme nas versões black e índigo com bordados e lavagens inspiradas nos anos 80, zíperes estratégicos e efeitos destroyed, além dos brilhos em camisetas, calças e jaquetas. A novidade para essa collection são os modelos de óculos de sol e as lingeries, com bodies, calcinhas e sutiãs em veludo e fio de lurex que podem ser mostrados por baixo das blusas transparentes. Os acessórios seguem o mood da coleção com botas de cano médio gliterizadas, mochilas de veludo, nécessaires com brilho e bolsas metalizadas para sair de órbita com produções surpreendentes.

As peças com Star Wars e Mickey Mouse trazem um tom fashion e divertido para a coleção.  Camisetas, malhas e moletons em cores neutras, como off white, cinza mescla, preto e chumbo ganham bordados e aplicações em tons de dourados, negros e prateados.”

Ou seja, teremos peças que seguem super a linha da Joulik, como outras bem na onda das tendências, como o veludo, pochetes metalizadas e o lurex!

C&A_JOULIK_8978-2_FINAL_RGB
Jaqueta R$500
C&A_JOULIK_9111_FINAL_RGB
Blusa R$169,99
C&A_JOULIK_8281_FINAL_RGB
Moletinho R$149,99

Jaqueta jeans bordada R$400 – caríssima, acho que a jaqueta da coleção anterior custava uns R$270,00, não?

C&A_JOULIK_8594-2_FINAL_RGB
Legging R$199 e jaqueta R$400 (caraaaaa!!!)
C&A_JOULIK_8451_FINAL_RGB
Jaqueta R$350

C&A_JOULIK_8564-2_FINAL_RGB

C&A_JOULIK_8322_FINAL_RGB
Blusa R$129,99
C&A_JOULIK_8904_FINAL_RGB
Jaqueta R$229,99 e calça R$129,99, blusa R$69,99
C&A_JOULIK_8834_FINAL_RGB
Bota R$199,99
C&A_JOULIK_8122_FINAL_RGB
Tricô R$139,99
C&A_JOULIK_8175_FINAL_RGB
Tricô lurex R$129,99
C&A_JOULIK_9409_FINAL_RGB
Top R$60, boné R$50, bota R$200

C&A_JOULIK_9061_FINAL_RGB C&A_JOULIK_8289_FINAL_RGB

Ainda achei as peças divertidas, mas agora com um toque mais poderoso, mais arrojado. Vibrei com a legging de paetês e a bota de glitter, gente, e adorei as cores! Só faltaram mesmo as famosas meias bordadas de paetês, mas tá bonito demais o que vi nessas fotos, heim! Para ficar mais bonito ainda, a C&A podia descolar essas parcerias para mais lojas do país e aumentar a sua grade de tamanhos.

A C&A Collection Joulik chega à loja virtual (cea.com.br), no dia 25 de maio e em lojas selecionadas do Brasil, a partir do dia 30 de maio.

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Visitei uma loja de sapatos sob medida

Nas andanças pelas lojas paulistanas junto da minha amiga Renata, minha personal guia de SP, fomos parar numa lojinha que fica num subsolo de uma rua principal em Pinheiros, especializada em criar e reproduzir sapatos sob medida!

sapataria-fascinante-ana-soares

O espaço da Sapataria Fascinante é simples, mas lotado de ideias: de um lado, aos clientes podem acompanhar o trabalho da oficina responsável pela fabricação dos pares; do outro, as prateleiras ostentando as criações prontas, para tamanhos do 30 ao 42 e para atender a todos os tipos de pés.

Eu sempre fico maravilhada ao pisar em lojas com uma proposta artesanal, por isso fiquei curiosíssima e comecei a desenrolar com o homem à frente da Fascinante, o Sr Nilson, que é autodidata e está no ramo há décadas.

sapataria-fascinante-ana-soares-3
Uma parte da oficina da Fascinante

Enquanto ele me apresentava os sapatos da loja para provarmos, só de olhar o meu pé ainda dentro do sapato, ele sacou que eu tinha um pequeno joanete e já mostrou um peep toe que me deixaria mais confortável. Provei e dito e feito! Alguns sapatos com a gáspea (a frente deles, esse decote do sapato) muito baixa forçam mais o joanete e deixam meus pés doloridos. O sapato era um conforto que só!

Sr Nilson também mostrou que algumas clientes levam modelitos que não existem mais para reproduzir na sua oficina. Sabe aquele sapato que é puro conforto e você adora o modelo, mas não encontra mais um parecido pra repor? Ou aquele modelo do século XXVI que ficaria incrível para seu casamento? A Fascinante dá conta de recriá-los e ainda seguindo a forma do seu pé ou adaptando o salto e outros detalhes.

sapataria-fascinante-ana-soares-5
O peep toe que não apertou meus joanetes e Sr Nilson mostrando uma reprodução

Dá vontade de abraçar Sr Nilson quando ele começa a falar do seu ofício, de tão apaixonado. Ele contou também como desenvolve sapatos especialmente para pessoas portadoras de deficiência física, que senta, conversa, avalia, tira molde e tenta ajudar de todas as maneiras para que elas sintam algum conforto. Gosto de gente que gosta de gente 🙂

sapataria-fascinante-ana-soares-4

Além dos sapatos sob medida, a loja deixa alguns modelos prontos para venda, como o hit da loja, o sapato que é metade sandália, metade bota, além de oferecerem os serviços de consertos, reformas e pinturas de sapatos.

A execução leva em média 10 dias para a entrega. Os preços variam entre 200 e 400 e poucos reais, dependendo do modelo. Praticamente o preço de várias lojas do ramo, só que com a diferença de poder sair com um modelo exclusivo e feito especificamente para os seus pés.

sapataria-fascinante-ana-soares-6
De um lado o sapato é uma bota!

Eu fiquei apaixonada pelo Sr Nilson e sua família, que o ajuda a tocar o negócio. Fico muito mais feliz de conhecer e enaltecer sapatarias assim que comprar aqueles modelos prontos e genéricos que cansei de ver nas outras lojas. 🙂

sapataria-fascinante-ana-soares-2

Sapataria Fascinante

Rua Fradique Coutinho, 612, Pinheiros – SP
Tel (11) 3814-8236

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus: