Tô me sentindo, perdi a humildade

Aviso: hoje eu to especialmente empolgada (vulgo atacada)!

Outro dia uma leitora confessou que sente saudades de mais looks por aqui. Então, minha gente, eu também tava saudosa! E um dos motivos de retomar com mais amor essa parte tão importante e épica da história deste blog, é que tenho cada vez mais amado minhas produções, me sentindo finalmente vestida de mim mesma, e, principalmente, comprado infinitamente menos!

Há um bom tempo tenho recorrido exclusivamente ao que tenho no armário, o que refletiu nos meus hábitos de consumo: fico muito mais empolgada em usar o que tenho do que sair comprando novidades toda semana!

Bicho, e como é LEGAL gostar do que se veste! Como tenho me sentido mais gata, interessante, gostosa, poderosa, hahahaha, e zero humilde também, hahahahaha!

E esse vestido que comprei há tempos, numa dessas coleções de C&A, é um dos que tem me ajudado nessa tarefa de autoestima batendo lááááá no teto da Candelária:

ana-vestido-pb-2

Em outras épocas eu teria passado batido por esse vestidinho tão justo, pensado “não é pra mim, vou nem provar, coisa e tal”. Daí que tenho esse blog, daí que eu cubro coleções especiais para dar meu veredito, daí fui nessa aí da C&A, peguei esse último vestido, que só tinha tamanho G, e quando vesti….

Não é que o bonitinho parecia ter saído de dentro de mim, de tão encaixado que ficou o modelito e a estampa?? Me senti tão incrível que foi praticamente um revival do Nascimento de Vênus em pleno provador da C&A da Saens Peña, hahahahahaha!

Ok, achei um absurdo o G ter ficado bacana em mim, só mostra que a modelagem tava pequena. Ok que a malha dele também é xumbrega toda a vida, já tá com bolinhas em pouco tempo de uso.

E ok que caiu café nele, fui lavar a parte manchada, estendi e a bosta da estampa PB soltou tinta e manchou sozinha, deixando a coisa meio psicodélica. Mas sobre isso, e daí? Quem se importa? À noite todos os gatos são pardos e continuarei flanando entre copos com este vestido bonitinho, mesmo que sendo ordinário!

ana-vestido-pb-3

ana-vestido-pb-4

ana-vestido-pb-5

ana-vestido-pb

Vestido Pat Pat’s para C&A – nem lembro o preço, nem quero lembrar, hahaha
Sandália Crua – também tô preferindo esquecer o valor dessa, rs
Clutch C&A

fotos: Denise Ricardo

A lição do look de hoje, amiguinhas, é que nem precisa ser o vestido de crepe de seda com vinte mil lantejoulas bordadas para deixar a gente se sentindo, se achani. Não compraria outro vestido da mesma espécime oriundo de coleções fastfashionísticas, massssssssssss, taí um exemplo vivo que discorre contra o que eu prego aqui.

Porque é tão bom se sentir linda que os fins justificam os meios! 🙂

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Workshop Conheça suas cores domingo no RJ!

Vocês pediram, aqui estamos: Workshop Conheça suas cores no domingooooooooo! Para todos que trabalham/estudam aos sábados e queriam muito participar, finalmente consegui um espaço que nos atendessem nesse dia! 😀

Anotem aí: dia 12 de novembro, domingo, das 14h às 18h30, no AC Hotel Rio de Janeiro Porto Maravilha, vai rolar (provavelmente, veremos, hahaha) a penúltima ou última (ainda definindo, kkkk) edição do ano do Workshop Conheça suas Cores aqui no Rio de Janeiro!

ana-soares-workshop-cores-1

Quando: domingo, dia 12.11.2017
Horário: das 14h até as 18h30 com pausa para o coffee break
Onde: AC Hotel Porto Maravilha
Valor: R$ 420,00
Máximo de 10 inscritos

Aqui tem post com todo o conteúdo do workshop, só para não precisar replicar aqui de novo. 🙂

Para quem é o workshop?

É direcionado para quem ainda não “encontrou” seu estilo pessoal e se perde na quantidade de informações que recebe todos os dias, para quem tem dúvidas na hora de se vestir ou fazer compras e não sabe por onde começar ao montar um guarda- roupa versátil, consciente e atemporal.

Entender sobre suas melhores cores ajuda nesse filtro na hora das compras, a perceber como podemos ser nossa versão mais incrível em várias ocasiões, abre um leque de possibilidades no seu guarda-roupa, estimula a criatividade e ajuda a sairmos da mesmice! 🙂

Ajuda também na decisão de desentulharmos o armário, tirando aquela roupa da dúvida, essa que você nunca consegue usar e que, talvez, a culpa seja da cor, hehe.

As inscrições podem ser feitas de duas maneiras:

Pelo Pagseguro, que dá para parcelar no cartão de crédito (clique pra ser direcionado pro site!)

OU pra quem quiser depositar/transferir, basta pedir os dados bancários enviando email pra [email protected]

Obs: Este não é um curso para quem quer aprender análise cromática e nem consultoras de estilo que já saibam. 😉

INSCRIÇÃO E PAGAMENTO

Para fazer inscrição você pode clicar no botão do PagSeguro referente ao curso que você quer fazer. O pagamento é em ambiente seguro e você pode pagar através de transferência eletrônica ou de cartão de crédito (com opção de parcelamento). Depois, basta enviar email para [email protected] avisando.

O email é respondido em até 24 horas com a confirmação da inscrição. O PagSeguro avisa quando o pagamento foi feito e se está tudo ok. Não há garantia de vaga sem o pagamento efetuado.

POLÍTICA DE CANCELAMENTO

Atenção! Se houver necessidade de cancelamento de até 7 dias antes da data do workshop, o valor total do curso é reembolsado. A partir daí, nenhuma solicitação de cancelamento será reembolsada — mas é possível indicar outra pessoa para ir no seu lugar aproveitando a mesma inscrição. Desistências de última hora dificultam novas ofertas para participantes com interesse, por isso não dá pra efetuar devolução.

Se a turma não atingir o número mínimo de 4 pessoas, o valor pago pelos outros inscritos será devolvido.

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

Minhas impressões GIG Couture para C&A

Gostei desse formato cápsula de coleção: poucas peças, mas com propostas mais de acordo com a marca, que não mistura coisas aleatórias só pra preencher uma grade. E foi assim coma  GIG, deu pra perceber claramente que se tratava de peças assinadas pela marca para a C&A.

A grade ia do PP ao G, que acredito vestir um tam 42, uma pena minha amiga Dani veste tam 46/48 e disse que vestiu bem várias peças! Eu sou tam 38 e provei vestidos e blusas tamanho P, partes de baixo vestiram melhor o M.

A Tina, leitora do blog, fez um comentário pertinente sobre a qualidade, comparando com a coleção da Lollita, que também era de tricô:

Captura de Tela 2017-10-17 às 13.40.23

Vamos às impressões!

Esse vestido eu estava mega curiosa pra provar! Tenho esse da marca, que tem a mesma padronagem de jacquard, só que com a parte de cima diferente. O que tenho é beeem grossinho e estruturado, além de bem quente.

Aliás, esse era um dos medos de geral, uma coleção de tricôs em plena chegada do calor. Mas, além de várias peças serem beeem mais fininhas, a composição não é lã acrílica, mas uma mistura com predominância da viscose, que é uma fibra bem mais fresca!

gig-para-cea-ana-soares-17

Esse é um dos poucos mais estruturados, bem próximos ao que conheço da marca. Por isso, apesar da composição, acredito ser também o mais quente. O bom é que manteve o caimento da peça, a saia tem um movimento bom e fica armada como tem que ser. A única coisa que não curti foi esse elástico na gola :/

gig-para-cea-ana-soares-16
vestido 249,99
gig-para-cea-ana-soares-19
detalhe da trama

Agora o bicho pega: as próximas peças são bemmmm mais finas, o que é tenso quanto a fio puxado e manuseio numa loja de fast fashion, então observem MUITO BEM antes de comprar!

Eu tinha amado esse conjunto verde, mas ao vivo não me conquistou. O bacana das peças da GIG é que o tricô grosso não marca tanto, essas fininhas já não conseguem cumprir esse papel. Achei o caimento bacaninha, mas não amei assim ao vivo.

Acho que a saia me daria medo ao usar, por ser extremamente frágil. Certamente eu puxaria fio na primeira usada 🙁

gig-para-cea-ana-soares
Blusa 99,90 e saia 199,90

gig-para-cea-ana-soares-5

Olha como a blusa é fina! E as peças já estavam marcadas pelo cabide e com alguns fios puxados, em poucas horas de lançamento.

gig-para-cea-ana-soares-7

A versão da blusa em azul marinho: fina pra cacete e já com fios puxados =(

gig-para-cea-ana-soares-10

A tiqueta apontando a composição, em viscose:

gig-para-cea-ana-soares-11

Todas as peças vêm com instruções para manuseio, lavagem e passadoria. Ou sejaaaa, são roupas que demandam um cuidado beeem maior!

gig-para-cea-ana-soares-8

Os bodies eram interessantes, vestiram bem, mas não me arrebataram.

gig-para-cea-ana-soares-6
Body 169,90 e saia 169,90

A saia dourada era uma graça! Como o modelo é mais evasê, não marca tanto e o caimento ficou bem legal. Também é mais fininha, o que confere leveza, além de ter achado a cor mais curinga. Só que ela tem brilhos, bem estilo lurex, então não sei se todo mundo ia curtir usá-la no dia a dia.

gig-para-cea-ana-soares-9

Esse vestido…sei lá. Não gostei desses babados, nem do caimento, nem da peça em si.

gig-para-cea-ana-soares-12
Fiquei rodando com todos hahahaha

gig-para-cea-ana-soares-13

A composição mostra que a maior parte das fibras é viscose, com algum elastano para trazer mais conforto.

gig-para-cea-ana-soares-14

O meu preferido foi esse aí! AMEI esse conjuntinho de blusa + pantacourt! Adorei as cores, a padronagem, o caimento, tecido mais grossinho. Achei versátil e com uma proposta criativa!

gig-para-cea-ana-soares-18
Blusa 169,99 e calça 199,99

O tecido não marcava e a calça ainda tem bolsos! Ai 🙂

gig-para-cea-ana-soares-20
Costas e lateral 😉

gig-para-cea-ana-soares-21

Aversão em vestido, que ficou interessante, mas não me conquistou. Sem contar que a calça e a blusa rendem com outras peças que temos no armário!

gig-para-cea-ana-soares-4
Vestido 269,90

gig-para-cea-ana-soares-3

Por último, esse vestido que eu achei bem feio no corpo. Não valorizou, marcou demais meu quadril, não fez uma forma bonita na cintura, além de ser mais fino também.

gig-para-cea-ana-soares-15
vestido 249,90

As peças são bem mais caras que os preços praticados na C&A, a maioria demanda cuidado e olhar atento, não sei se é algo tão usável pra fazer valer o investimento, já que todo cuidado é pouco para não puxar os fios.

E vocês, o que acharam?

Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus:

A terceira coleção de PatBo para C&A

Dá-lhe parcerias! O sucesso das coleções anteriores foi tanto com a PAtBo – tivemos a primeira em 2013, depois outra com o selo Barbie – marca mais fashionista e casual da estilista Patrícia Bonaldi, que a C&A vai repetir esse ano a parceria!

20170825-ca-patbo-foto01-38-1200x800

A Collection PatBo e C&A chega à loja virtual (cea.com.br) no dia 26 de outubro e em lojas selecionadas do Brasil, a partir do dia 31 de outubro.

Se as primeiras coleções tinham algo mais festa, com vestidos florais de tules e bordados, essa já traz uma pegada bem mais casual, o que considero bem mais interessante e usável para diversas ocasiões, inclusive trabalho. A primeira coleção foi muito muito festiva e de estampas e estilos muito marcantes, o que achei bem limitador para os preços praticados na época.

Serão 20 modelos entre tops lisos e estampados, vestidos e saias com florais mais gráficos e contemporâneos e algumas peças já mirando no reveillón. Teremos laise, algumas blusinhas e tops que parecem ser de viscose e alguns outros com uma cara de poliéster, ainda não sei.

fonte: FFW
Compartilhe nas redes sociais
pinterest: pinterest
tumblr:
google plus: